Início Boca Miúda BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA TERÇA-FEIRA...

BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA TERÇA-FEIRA (23)

A superbarreira contra superferiadão na Região dos Lagos; Búzios sem praia, Maricá e Rio das Ostras endurecem medidas restritivas; Saquarema até prisão pra quem for à praia; São Pedro da Aldeia lidera ranking de isolamento social; Arraial do Cabo vai “emprestar” o cara do QR Code a Cabo Frio; Lívia de Chiquinho volta atrás e suspende aulas presenciais… E muito mais!

SUPERBARREIRA CONTRA O SUPERFERIADÃO

Não teve jeito. Para encarar um “superferiadão” em plena pandemia – que está em seu momento mais crítico, com aumento acelerado dos casos de Covid e diminuição drástica da quantidade de leitos -, somente com a ajuda da “superbarreira”. É o que vai acontecer na Região dos Lagos nos próximos dias para evitar um “derramamento” de turistas por aqui durante o feriadão de dez dias, que foi aprovado na Alerj nesta terça (23). Os prefeitos de Cabo Frio, Arraial, Búzios e São Pedro da Aldeia vão se unir para montar esquema para a colocação de quatro barreiras sanitárias em pontos estratégicos. O assunto foi o tema da reunião do gabinete de soluções da prefeitura de Cabo Frio, também nesta terça-feira. O encontro atraiu tanto interesse, que na transmissão ao vivo, manteve cerca de 550 internautas ligados.

SUPERBARREIRA CONTRA O SUPERFERIADÃO II

Segundo Procurador Geral de São Pedro da Aldeia, Peter Samerson, informação confirmada pelo secretário de Mobilidade Urbana de Cabo Frio Jeferson Buitrago, já existem três pontos onde é praticamente certo de serem instaladas: uma na saída da Via Lagos, na altura do Mc Donald’s de São Pedro da Aldeia, outra em Figueira (distrito de Arraial), uma terceira na ponte de Barra de São João. Essas duas últimas, ainda não estão 100% definidos o local preciso, mas a ideia inicial é essa. Imagina uma barreira na saída da Via lagos? O congestionamento certamente irá atingir boa parte da RJ 124. A proposta é justamente o turista se assustar e nem pensar vir para a região, a não ser que queira gastar horas preciosas de seu descanso de superferiadão dentro de ônibus e carros, ao invés de estar em casa, quietinho, esperando a Covid passar. Será que vai funcionar?

CÂMARA FECHADA AO PÚBLICO

Como medida de prevenção à COVID-19, a Câmara Legislativa de Cabo Frio suspendeu o atendimento presencial aos moradores do município. Nesta terça-feira (23), inclusive, uma audiência pública sobre o preço dos combustíveis proposta pelo vereador Vanderson Bento (PTB) teve que ser adiada. O vereador Davi Souza (PDT) comentou a decisão no Instagram, afirmando que a suspensão do atendimento na Câmara vai até dia 9 de abril e apenas os funcionários da casa poderão circular no interior dela. Em tempo, a sessão desta terça do Legislativo foi pautada, basicamente, pelo combate a pandemia. Mas, vale ressaltar, que apenas cinco dos 17 parlamentares estiveram presentes na vistoria que o governador interino, Cláudio Castro (PSC), fez no Hospital Unilagos na segunda (22).

JEFFERSON RESPONDE

O ex-presidente da Comsercaf, Jefferson Vidal disse à coluna, nesta terça (23) – um dia após sua exoneração – que vai permanecer no governo de Zé Bonifácio (PDT). Contou que vai aceitar a missão dada pelo prefeito, que é a de recuperar as 90 praças da cidade. “Aceito até ser porteiro de colégio, com muito orgulho”, disse ele, desde que sejam preservados os empregos daqueles meus amigos que o ajudaram a eleger o pedetista. “Mas tenho certeza que cumpri a minha parte”, disse ele. Enquanto não assume a nova função, Jefferson contou que deve tirar um ou dois dias para descansar. Deu uma demonstração serenidade e altruísmo. Muita gente apostava que ele fosse atacar Zé. Mas até aqui, Jefferson tem se mantido elegante.

PRAIA ZERO

O prefeito de Búzios, Alexandre Martins (REP), avançou nas restrições para combater a Pandemia. No novo decreto da Prefeitura, nesta terça-feira (23), fica proibido o acesso para permanência e uso em geral de todas as praias do município, exceto para atividades físicas individuais. Os estabelecimentos comerciais devem limitar o horário de funcionamento até a meia noite, exclusivamente para atendimento em mesas, sendo vedado o atendimento de pessoas em pé. A realização de festas, shows e eventos continua proibida. Operações como a “Stop the Party!”, do Carnaval, devem se repetir. Alexandre já cantou a pedra e o recado é claro: “a tolerância é zero”.

BARREIRAS MARICAENSES

Maricá foi outro município que preparou um novo decreto com medidas mais restritivas para combater a COVID-19. Nesta terça-feira (23), em uma live via Facebook, o prefeito Fabiano Horta (PT) explicou as novas determinações. Basicamente, a partir desta sexta (26), vias públicas serão fechadas com barreiras sanitárias em dias de feriados e finais de semana, com o objetivo de conter o deslocamento e o fluxo de pessoas em Maricá. Medidas como a proibição da circulação em vias públicas das 23h às 5h continuam valendo. Segundo o boletim divulgado nesta segunda-feira (22), Maricá tem um total de 11817 casos confirmados de COVID-19 com 264 mortes registradas.

NADA NOVO EM IGUABA

O Portal RC24h entrou em contato nesta terça-feira (23) com a Comunicação da Prefeitura de Iguaba Grande para saber se o município preparava alguma nova determinação para o combate à COVID-19, por conta do superferiado de 10 dias que começa nesta sexta (26). Até o então momento, o município diz que não há definição sobre um novo decreto. A única novidade é a retificação do decreto anterior, permitindo que escolas particulares de Iguaba Grande continuem ministrando aulas presenciais com 50% da capacidade.

CIDADE DA EDUCAÇÃO

O prefeito Vantoil Martins (Cidadania) disse, na manhã desta terça-feira (23), que Iguaba Grande tem tudo para ser a Cidade da Educação, enquanto entregava a reforma e ampliação da Escola Municipal Sapeatiba Mirim. Aliás, o chefe do executivo iguabense está reformando todas as unidades de ensino nesta pandemia. “Nada nos dá mais satisfação do que inaugurar escola e nem mais alegria do que levar dignidade para alunos, pais e educadores”, disse ele. Logo em seguida, partiu para o prédio onde será instalada a Faetec, para receber todo o mobiliário enviado pelo governo estadual – conseguido, diga-se de passagem, após inúmeras idas ao Palácio Guanabara e reuniões com o titular da secretaria estadual de Ciência e Tecnologia, Dr Serginho. “É um sonho esperando se realizar por anos em nossa cidade”, completou. Durante a live de entrega da obra em Sapeatiba, muito pai de aluno questionou pelo Facebook porque Vantoil permitiu apenas que as escolas particulares voltassem com as aulas presenciais. O prefeito disse que o município não tem condições financeiras de arcar com materiais de segurança (protocolo Covid) de mais de 4 mil alunos da rede municipal. Sendo assim, melhor prevenir não acham?

QR CODE LAGOS

O prefeito de Cabo Frio, Zé Bonifácio (PDT) já havia adiantado com exclusividade em entrevista ao RC24h, que pretendia implementar um QR code para turistas entrarem na cidade. Para criar o sistema, pediu socorro ao prefeito cabista, Marcelo Magno (SDD), que vai “emprestar o cara do QR code”, que vem a ser o subsecretário da Coordenadoria de Organização e Desenvolvimento Estratégico, Filipe Balbino. Mas Marcelo quer que Filipe vá e volte, ou seja, empresta, mas só um pouquinho. Em Arraial, até um esquema de falsificação foi descoberto, mas com mudanças técnicas conseguiram criar novos códigos que não permitem mais a fraude. Seria uma boa solução para evitar o tumulto com as barreiras sanitárias no município cabo-friense.

RECEBEU MEDALHISTAS

De Arraial do Cabo, o prefeito Marcelo Magno (SD) recebeu em seu gabinete um grupo de medalhistas do IFRJ, que disputaram a 23ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, em novembro do ano passado com outras 5.190 escolas. Os alunos Marcelly Mendonça, 17; Livian Paschoal, 19; Felipe Nocka, 17; Raphael Bruce, 17; e Caio Normas 16, tiveram seus trabalhos premiados com medalhas e certificados. “Temos certeza que parceiras com o IFRJ é fazer o melhor para Educação. Vocês estudantes, estão no caminho certo”, destacou o prefeito. Também participaram do encontro o reitor do IFRJ, Rafael Almada e equipe, a secretária municipal de Educação, Isalira Gomes, e o deputado federal Paulo Ganime (Novo).

SUSPENSÃO DO PRESENCIAL

Com o avanço de casos de infecção pelo novo Coronavírus, a Prefeitura de Araruama voltou atrás em relação às aulas presenciais. Nesta segunda-feira (22), o município anunciou que a partir de quarta (24) estão suspensas as atividades deste modelo de ensino em escolas públicas e privadas de Araruama. A medida vale até o dia 18 de abril. Em nota, o Sindicato dos Servidores Municipais de Araruama (SSMA), que travou uma verdadeira queda de braço com a Prefeitura pedindo por atividades 100% online até a vacinação da categoria, afirmou que a “Greve pela Vida” estará suspensa enquanto perdurar o novo decreto do município. Apesar disso, nesta quarta, haverá uma Assembleia Geral dos profissionais de educação, a partir das 18h, pelo Google Meet.

ISOLAMENTO EM BAIXA

E a Prefeitura de Araruama tem que se preocupar mesmo com o avanço da Pandemia para o interior do estado. Afinal, segundo dados do aplicativo Inloco, o município é, entre os vizinhos das Baixadas Litorâneas, o que tem o menor índice de isolamento. Segundo dados divulgados nesta segunda-feira (22), Araruama tinha apenas 31,9% de adesão às medidas de isolamento social. O número é considerado baixíssimo e fica muito distante do ideal, que é de 70%. De acordo com esse mesmo ranking, o município da Região dos Lagos que mais se destacou, positivamente, foi São Pedro da Aldeia, com taxa de isolamento em 57,8%. O prefeito da cidade, Fábio do Pastel (PODE), inclusive, comemorou a classificação aldeense e agradeceu aos cidadãos “que estão usando sua liberdade com responsabilidade”. “Todos nós nascemos com direitos inalienáveis, como o de ir e vir, que são sagrados. Enquanto pudermos preservar este direito, o faremos”, disse o prefeito via Facebook.

APESAR DOS BONS NÚMEROS DE ISOLAMENTO…

Contudo, a Prefeitura de São Pedro da Aldeia não vai dar moleza, não. A assessoria do município informou ao Portal RC24h nesta terça-feira (23) que, por conta do superferiado de dez dias que se aproxima, serão implantadas novas medidas para combater a COVID-19 em São Pedro. O município está na bandeira vermelha de contágio da doença, de acordo com classificação do Estado. Além disso, 100% dos leitos de UTI destinados à infecção causada pelo novo coronavírus estão ocupados. Vale sempre ressaltar que a COVID-19 não está aí para brincadeira e que, cada vez mais, todo o cuidado é pouco.

SECRETÁRIO NOVO

Em meio a essa semana caótica em toda a Região dos Lagos, São Pedro da Aldeia anunciou mais uma substituição no secretariado nesta terça-feira (23). Dessa vez, Marcel Mesquita vai deixar a secretaria de Administração, que será assumida por Hugo Thiengo Kreischer, advogado especialista em Direito Público, Administrativo e Constitucional. A Prefeitura informou que Hugo foi Procurador-Geral e secretário de Administração em Silva Jardim, “tendo grande experiência na área pública”. Em nota publicada no site da Prefeitura, o prefeito, Fábio do Pastel (PODE), agradeceu ao empenho de Marcel Mesquita durante o período em que comandou a pasta.

À BEIRA DO COLAPSO

Enquanto isso, em Rio das Ostras, a situação vai além do colapso na saúde e já se fala sobre colapso no sistema funerário. Nesta terça-feira (23), foi publicado um novo decreto proibindo o funcionamento de bares, quiosques, depósitos de bebidas, restaurantes, lanchonetes, pizzarias e similares. Praias, praças, lagoas, lagos, rios, parques, mirantes, academias, estúdios e afins também não poderão ser frequentados. Além disso, manifestações religiosas presenciais dentro de templo de qualquer natureza foram proibidas. Rio das Ostras tem 100% de todos os leitos, clínicos e de UTI, ocupados desde a semana passada e, segundo a Administração, o colapso no sistema funerário é “iminente”.

ATÉ MULTA E DETENÇÃO

A Prefeitura de Saquarema emitiu nesta terça-feira (23), um novo decreto com restrições pesadas para combater a pandemia. O documento estabelece o fechamento de praias, praças e espaços públicos do município, de forma excepcional e por prazo indeterminado. O descumprimento da proibição, segundo a Prefeitura, pode sujeitar o infrator a medidas administrativas e legais, incluindo penas previstas no artigo 268: detenção de um mês a um ano e multa. Apesar do artigo do Código Penal citado ter mais de 80 anos, ele segue atual e prevê essas penas para aquele que “infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doenças contagiosas”. Olho aberto, galera.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -

Mais Lidas

Skip to content