BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA SEGUNDA-FEIRA (10)

Fábio do Pastel, Vantoil Martins e Marcelo Magno cancelam Carnaval; Dança das Cadeiras em Búzios, onde tem bloco que já cancelou festejo; Secretária de Fazenda cabo-friense responde haters e engenheiro acusa deputado Poubel de agressão; PT cabo-friense sob nova direção; Lívia de Chiquinho também mexe no time... E muito mais!

1734

SÃO PEDRO DA ALDEIA TAMBÉM CANCELA CARNAVAL

A coluna Boca Miúda desta segunda-feira (10), começa por São Pedro da Aldeia, onde o prefeito Fábio do Pastel (PL) confirmou, com exclusividade, por telefone, agora à noite, o que o núcleo duro dele já vinha informando extra oficialmente: que ele não estava confortável com a realização do Carnaval na cidade. São Pedro é a cidade que tem um dos Carnavais de rua mais tradicionais, com vários blocos famosos, como “Sou Tainha, Já Fui Piranha”. O prefeito também está preocupado porque o número de atendimentos aumentou, tanto para Covid quanto para Influenza. Inclusive a prefeitura está fazendo um trabalho paralelo de testagem dos servidores, dos quais vários testaram positivo para coronavírus. Pastel bateu o martelo e São Pedro é a quinta cidade da região a vetar a folia de Momo nas ruas. Na próxima quinta (13), Pastel se reúne com o Gabinete de Crise para definir o que vai poder ou não ser realizado na cidade nesse período.

MAS E O FEST VERÃO?

Outra questão que estava preocupando Fábio do Pastel de fazer o anúncio logo de cara, era o Fest Verão, já que muitos vão reclamar: “não pode Carnaval de rua e pode Fest Verão?” Mas a assessoria do prefeito lembrou que o Fest Verão tem um formato diferente: para entrar na arena, será cobrado comprovante de vacinação, uso de máscara, distanciamento, além da capacidade limitada de pessoas e as pessoas serão orientadas ao distanciamento, ações impossíveis de controlar em se tratando de bloco de rua, que envolve bebida alcoólica e, claro, aglomeração, como na imagem acima, registrada no Carnaval aldeense de 2019.

ARRAIAL CANCELA A FOLIA

Arraial do Cabo também cancelou o Carnaval e o Verão Musical, evento que aconteceria a partir do fim de janeiro. O decreto assinado pelo prefeito Marcelo Magno (PL) foi publicado em Diário Oficial que já está na internet. Com a decisão, o Cabo é a quinta cidade da Costa do Sol a cancelar as festas de rua.

TENDAS DE VOLTA

A secretaria de Saúde de Arraial do Cabo anunciou que, pelo aumento da demanda, fará um atendimento exclusivo para COVID-19 e Síndrome Gripal no Hospital Geral, assim como a ampliação dos locais de testagem pela cidade. De acordo com o vereador Junior Chuchu (PV), o secretário de Saúde informou que haverá o retorno da tenda da COVID, o que foi confirmado à coluna pela Comunicação da Prefeitura. A montagem deve ser feita ainda nesta semana. O Hospital Geral de Arraial informa que, apesar do crescimento dos testes positivos, não houve aumento nas internações por COVID-19. “Pedimos que todos continuem com os cuidados de higiene, usem máscaras e tomem vacinas”, escreveu a Prefeitura em nota.

FAÇA CHUVA, FAÇA SOL

Ainda em Arraial do Cabo, as obras do DER do Mirante da Prainha seguem a todo vapor. Neste domingo (9), mesmo debaixo de chuva, lá estavam as máquinas trabalhando. A corrida contra o tempo, em tese, seria para entregar a obra no prazo, que termina neste sábado (15). Contudo, a obra, que é tocada pelo Governo do Estado, não deve ficar pronta a tempo por conta, justamente, das chuvas que não param de atingir a Região dos Lagos. Segundo a Prefeitura, há uma ideia de que a obra seja entregue no fim do mês, mas ainda não houve um comunicado oficial do DER sobre a questão

CARNAVAL DE RUA CANCELADO: DINHEIRO VAI PARA OBRAS

Esta segunda-feira (10), aliás, começou agitada por Iguaba Grande, onde o prefeito Vantoil Martins (CID) anunciou, em live por volta do horário de almoço, que a cidade não realizará Carnaval de rua este ano. Segundo o prefeito, o número de atendimentos na tenda da Covid-19 “explodiu”. Aliás, segundo o secretário de Saúde de Iguaba, Valdeci Jr, houve aumento de mais de 200% em atendimentos entre novembro e dezembro; e em janeiro, os atendimentos já ultrapassaram 100% dos números de dezembro. “Fizemos estudos não nos restou outra alternativa a não ser orientar pelo cancelamento”, disse Valdeci. “Estamos chegando a quase mil atendimentos. Queríamos fazer uma grande festa, mas a vida está em primeiro lugar”, completou Vantoil, que na transmissão da mensagem estava acompanhado dos secretários de Saúde, Valdeci Jr; de Turismo, Esporte e Lazer, Carla Valle; dos subsecretários de Saúde, Renatinho, e de Governo, Luiz Fernando, e do vereador Paulo Rito (CID).

CINCO CIDADES A CANCELAR FESTEJO

A decisão iguabense e aldeense segue a de outros municípios da região, como Araruama, Saquarema e Maricá. “A cidade já tinha todo o planejamento para o Carnaval, mas em primeiro lugar temos que preservar a vida”, frisou o prefeito, que avisou que irá usar o recurso para realizar mais obras. “Infelizmente, mas muito sabiamente essa foi a melhor decisão, teremos outras oportunidades para festejar. Pedimos que se cuidem e se protejam, não sabemos até que ponto essa variante pode nos afetar”, orientou a secretária de Turismo, Esporte e Lazer, Carla Valle. Já em São Pedro, prefeito Fábio tinha decidido não fazer Réveillon por receio de aglomeração. Com relação ao cancelamento dos festejos de Momo, era bastante previsível.

DANÇA DAS CADEIRAS

O prefeito de Armação dos Búzios, Alexandre Martins (REP), está cumprindo aquela promessa que havia feito de mexer no time da administração dele. Depois da troca na chefia de Gabinete e subsecretaria de Comunicação, Martins publicou, no Diário Oficial de sexta-feira (7), algumas mudanças em cargos de outros escalões. Um exemplo é Dr. Maycon Souza, que deixou a subsecretaria de Administração para virar subsecretário de Educação, Ciência e Tecnologia Administrativo. O cargo anterior dele passa a ser ocupado por Caio Côrrea Canellas.

CANCELAMENTO COMEÇOU

Ainda de Búzios e sobre ter ou não Carnaval de rua, o bloco “Eu Vim Te Ver” cancelou o arrastão deste ano. Nesta segunda-feira (10), Robinho Mota, fundador da agremiação – e que já foi chefe de gabinete no governo anterior -, foi para a rede social anunciar que não vai ter folia esse ano por conta da disseminação da Influenza e aumento de casos de Covid. “Estávamos programando voltar pra avenida, com novidades, inclusive já tinha uma feijoada marcada para 6 de fevereiro, onde haveria a escolha de musa do bloco. Mas, após reunião com amigos e familiares, decidimos que não é momento do bloco fazer festa para o povo buziano. Nossa contribuição é a conscientização, precisamos nos cuidar. Quero aqui agradecer ao prefeito Alexandre Martins (REP), com quem encontrei e tive essa conversa. Não sei qual será o posicionamento da Prefeitura, mas agradeço que ele se colocou à disposição do bloco. Agradeço também ao vice, Miguel Pereira (PL), ao secretário Dom (Turismo) e ao presidente da Câmara, Rafael Aguiar (REP). Quem sabe, lá pela metade do ano, se tudo correr bem, possamos fazer um encontro e as pessoas possam brincar na rua? Carnaval temos todos os anos; saúde e vida é uma só”, finalizou Robinho.

RESPONDENDO HATERS

A secretária de Fazenda e Administração de Cabo Frio, Daniela Mendes, deu aquela cutucada de leve naqueles que tanto falam sobre a Praça das Águas, em frente à Praia do Forte, que foi demolida pela Prefeitura. A advogada publicou em uma rede social que, no ano de 2021, a Prefeitura pagou, em dívidas de precatórios e de INSS, o valor equivalente à 9 (nove) vezes o que se gastou para construir a Praça. Basicamente, é isso, né, gente? Prioridades…

SOCO NA CARA

Ainda de Cabo Frio, repercute a agressão que o deputado estadual Filippe Poubel (PSL) teria cometido contra o engenheiro Carlos Eduardo Salvio, de 39 anos, dentro do Buda Beach, boate do Boulevard Canal que tem Poubel como um dos sócios; o outro é o ex-capitão da PM, Diogo Souza. Na madrugada de sábado (8), ele foi segurado por trás, por um dos seguranças do parlamentar, que, segundo Eduardo, levou um soco na cara e foi de caluniar o filho de Poubel, Kauan. “Ele veio me acusando de ter um perfil fake no Instagram pra espalhar mentira envolvendo o filho dele e o ex-capitão Diogo. E me deu um soco, que pegou no olho. Depois veio outro segurança, um careca, que é policial, e me segurou também, começaram a me dar porrada. Eu nem mexo direito no Instagram. Fiquei sem entender nada”, contou Eduardo, que registrou ocorrência na 126ª DP no mesmo sábado. A vítima contou, ainda que os seguranças da casa noturna viram tudo disseram que não podiam fazer nada porque o deputado é dono do lugar.

NÃO FOI A PRIMEIRA VEZ

Vale lembrar que este caso de agressão de Poubel contra o engenheiro, dentro do Buda Beach, não é o primeiro. Em maio do ano passado, o amigo de uma vítima de estupro que teria acontecido dentro do estabelecimento foi em defesa da amiga e também foi agredido pelo deputado e seus seguranças. “Eu lembro dele dando muita ordem: segura esse viadinho de merda, quer tumultuar minha casa. Me jogaram na parte de trás da boate e cerca de 15 minutos depois, o Diogo saiu com três seguranças”, relatou.

O QUE DIZ O DEPUTADO

A coluna pediu um posicionamento ao deputado Poubel, via e-mail oficial, no último sábado (8), quando matéria sobre o caso foi publicada. Mas somente nesta segunda-feira (10) o parlamentar se posicionou, por meio de nota enviada por sua assessoria de imprensa. A nota diz o seguinte: “O deputado Filippe Poubel foi provocado e agredido dentro de seu estabelecimento comercial. Os esclarecimentos foram prestados à Polícia Civil. O deputado manifestou perante a autoridade policial seu desejo de representar criminalmente contra o agressor para responsabilização dos fatos”. Entretanto, um assessor de Poubel, deu outra versão que contradiz a nota oficial. Segundo um homem identificado como Albert, ele (Eduardo) sabia que a amada dele estava na boate e no camarote do deputado. Ele foi lá fazer não sei o que… O deputado desceu e foi questioná-lo sobre o porquê dele estar tentando denegrir o filho dele. E daí houve a desentendimento” (sic)… Foi a defesa de um pai para o filho”, disse Albert. Fica portanto, o registro dos dois posicionamentos. O oficial e oficioso.

SOB NOVA DIREÇÃO

O Partido dos Trabalhadores de Cabo Frio está sob nova direção, tendo como presidente interino o engenheiro civil Luciano Silveira, no lugar de Ricardo Cardoso. Luciano foi eleito vice-presidente. Ocorre que Ricardo ocupa o cargo de secretário-Adjunto da Melhor Idade, e a executiva do partido achou que não era de bom tom um secretário municipal comandar a sigla. O PT estava sob intervenção estadual e agora a executiva estadual vai decidir se mantém Luciano ou não. João Maurício, presidente estadual da sigla confirmou o interino.

VAI SE FILIAR?

Falando em PT de Cabo Frio, tem mais novidade aí. Nesse movimento que aconteceu de mudança de comando, especula-se muito fortemente – e não é de hoje – que Rafael Peçanha deve se filiar ao partido. Já era notória a aproximação dele com, por exemplo, Fabiano Horta, prefeito de Maricá; com João Maurício, presidente estadual do partido. Aliás, o próprio Joãozinho disse que há um movimento capitaneado pelo prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), “para trazer o Rafael e se ele quiser ser candidato a qualquer cargo – seja federal ou estadual – as portas do PT vão estar abertas para ele”. Agora, com essa mudança que teve na executiva, as chances de Rafael se filiar ao PT cresceram significativamente. Luciano Silveira é um cara querido por todos e, ao que parece, o PT está conseguindo ter dias de consenso, o que é uma raridade.

MOLON NA ÁREA

O deputado federal Alessandro Molon (PSB/RJ) está com visita marcada à Região dos Lagos. Pré-candidato ao Senado, o parlamentar estará em Cabo Frio nos dias 28 e 29 de janeiro para se encontrar com lideranças políticas da região. Entre um encontro e outro, já está garantida uma entrevista de Alessandro ao Portal RC24h sobre seus próximos passos e, é claro, o que está acontecendo no Estado. Fica de olha que já já vem aí.

MEXEU NO TIME

Outra chefe de Executivo que deu uma ajeitada no time na Região dos Lagos neste começo de 2022, foi a de Araruama, Lívia Bello (PP). Pelo Facebook nesta segunda-feira (10), Lívia anunciou que Anna Paula Franco, servidora do município, é a nova secretária de Educação araruamense. De acordo com a prefeita, a mudança serve para “melhorar ainda mais o desempenho da gestão”.

LÍVIA DAS REDES

Quando acontecem casos de enchentes, é natural que os chefes do Executivo – do municipal ao federal – visitem pontos de alagamento, mostrem a cara para a população e participem ativamente dos trabalhos oferecidos pelo Poder Público aos mais desguarnecidos. Em Araruama, porém, não é de hoje que a prefeita, Lívia Bello (PP), prefere se manter em sua redoma, sem gastar sola de galocha para ir até o povo. Em mais um episódio de alagamentos pela chuva no fim de semana, a prefeita se limitou a publicar um “esporro no Facebook” dizendo para o pessoal não jogar lixo nos rios. Anotado, prefeita! Também pelas redes sociais, mas em outra esfera, Bello anunciou uma reformulação dos subprefeitos da cidade “para um melhor atendimento das demandas dos nossos distritos”. A partir de agora, Praia Seca terá como subprefeito Sérgio Nirelo. Guilherme será responsável por Iguabinha. Para São Vicente, o escolhido foi Carlos Mineiro e Robson foi selecionado como subprefeito de Morro Grande.

EXTRAORDINÁRIA

Por falar em Araruama, os vereadores se reúnem novamente às 10h, desta terça-feira (11), numa nova sessão extraordinária (isso em pleno recesso, tá meu bem?!) para votar a mudança no regimento interno no tocante à eleição da mesa diretora do 2º biênio. Os parlamentares tendem a aprovar que o presidente da Casa nos dois anos finais do mandato seja escolhido 11 meses antes de assumir, em votação no mês de fevereiro do 2º ano. No caso, a eleição para o biênio 2023/24 será realizada no dia 2 de fevereiro desse ano, para que haja melhor transição e preparação para quem assumir o cargo. Só se fala em chapa única por aclamação para Nelsinho do Som (PSC). Será?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui