InícioBoca MiúdaBOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA QUINTA-FEIRA...

BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA QUINTA-FEIRA (25)

Alexandre preocupadíssimo, foi checar as barreiras antes do superferiadão; Saiba de que maneira Zé Bonifácio vai vistoriar as barreiras; E a coletiva com o governador do RJ foi de muita bravata e pouca ação; Vantoil Martins destrincha o decreto via live; Fábio do Pastel faz coro aos apelos pra ninguém vir no superferiadão; E a reunião que teria entre Lívia de Chiquinho e demais prefeitos foi ficção? Marcelo Magno pede união pela vida; Manoela Peres anuncia auxílio… E muito mais!

CHECANDO DE PERTO

O prefeito de Armação dos Búzios, Alexandre Martins (REP) partiu para Cabo Frio assim que a barreira de Campos Novos foi instalada, em área cedida pelo prefeito cabo-friense, José Bonifácio (PDT), a quem agradeceu. Esteve por lá pouco depois das 17h e disse que agora à noite iria de novo. Aliás, Alexandre fez questão de conferir in loco as instalações e a abordagem que os agentes estão fazendo: “Se não comprovar que é morador ou tem casa em Búzios, ou que trabalhe aqui, não entra”, decretou. O balneário, pelo menos aparentemente, está pronto para encarar os próximos 10 dias. Alexandre era um dos prefeitos mais preocupados por Búzios ser um dos destinos favoritos daqueles que não entenderam a serventia do “superferiadão”. A península conta ainda com um tipo de veranista e turista que tem muita grana, e pouco respeito aos decretos e medidas sanitárias. Mas o prefeito mantém a postura de que a tolerância será zero contra o descumprimento das medidas.

MANDOU REVISAR A MOTO

Entrando em contato com prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio (PDT) para saber como estavam os preparativos para a efetivação das barreiras ele me respondeu que mandou revisar sua motocicleta para poder conseguir circular pela região e assim conferir de perto o funcionamento das mesmas. Frio, José Bonifácio (PDT), disse que já mandou revisar sua moto para se preparar para o superferiadão: “De carro fica inviável”, disse ele por telefone. Contou que vai rodar pelas barreiras de Búzios, Arraial e São Pedro. “A de Barra de São João ainda estamos com dificuldade de implantar, mas também vou conferir quando estiver pronta”, acrescentou. Uma coisa é certa, Zé vai “brotar” nas barreiras para fiscalizar se os fiscais estão mesmo fiscalizando ou embromando. Na era das redes sociais fica difícil enganar alguém. Vacilou, Zé chega de moto daquele jeito!

MUITA BRAVATA, POUCA AÇÃO PRÁTICA

Nesta tarde de quinta-feira (25), o governador Cláudio Castro (PSC), em coletiva de imprensa, falou do superferiadão de 10 dias destacando que o objetivo é frear a disseminação do coronavírus. E logo no início, disse que cada decisão que toma impacta em todo Estado, citando, logo em seguida, Cabo Frio e Búzios, cujos prefeitos já haviam manifestado preocupação da migração de turistas diante do “fechamento” do Rio e Niterói. Com relação a isso, justificou que se trata de uma decisão técnica, e que não é um feriadão qualquer, mas uma medida de quarentena para tentar diminuir a circulação de pessoas. Sobre proibir a permanência nas praias, disse que o fez atendendo pedidos dos prefeitos da Região dos Lagos, preocupados com a invasão. Na entrevista, também destacou que cedeu policiais para as barreiras sanitárias na Baixada Litorânea. Aproveitou e anunciou a abertura de 180 leitos de Covid que o Estado vai alugar da rede particular para atender à demanda mais emergencial. Na teoria foi assim, mas na prática a realidade é bem outra. Cadê os 20 leitos de UTI do Hospital Unilgos? Não iria abrir até sexta-feira (26)? Outra questão: para apoiar as barreiras sanitárias, o que se sabe, é que o efetivo da PM seria reforçado aqui na nossa região. Ao que parece, o governador esqueceu. É por causa desses “anúncios de garganta” que o cidadão anda sem paciência com os políticos.

UNIÃO FAZ A FORÇA

O momento é de focar nas barreiras da Região dos Lagos a fim de evitar, ou pelo menos diminuir a disseminação da Covid. E nesta quinta-feira (25), Búzios e Cabo Frio se juntaram para montar um esquema para restringir a entrada de turistas pelo trevo de Campos Novos (CF). A informação veio do secretário de Serviços Públicos de Búzios, Marcus Valleruis, o Marcão. Ele e equipe se juntaram à prefeitura de Cabo Frio para agilizar essa operação. “Ali não tem como ninguém ‘fugir’ ou passar para o outro lado”, disse ele. Nessa empreitada estavam membros de chefia de Gabinete, secretaria de Governo, Guarda Municipal e representantes do grupo Oportunity, “que tem sido parceiro num momento tão difícil”, completou Marcão.

FAKE?

Essa imagem aí viralizou por grupos de whatsapp de Búzios, nesta quinta-feira (25) com texto dizendo que numa audiência de justiça, dois presos da operação Plastógrafos, sobre venda de alvarás, já haviam delatado o vereador Lorram (PRTB) como “chefe da quadrilha”. A audiência realmente aconteceu, mas de forma fechada, por conta da pandemia, com a presença apenas dos advogados e dos acusados. A coluna falou com Lorram, que desmentiu que seu nome tenha sido indicado no esquema. “Toda vez é essa história, a gente que está na vida pública acaba sendo foco. Infelizmente, algumas pessoas nos veem como inimigos e agem dessa forma covarde, se escondendo atrás de fake”, disse.

UNIÃO FAZ A FORÇA II

Em São Pedro da Aldeia também teve união de forças para a barreira 24h que vai ficar na RJ-106 (perto do Mc Donald’s). Teve reunião no gabinete do prefeito Fábio do Pastel (PODE) para ajustar essa parceria e colocar o equipamento logo em prática (leia aqui na íntegra). Aliás, Fábio está totalmente focado na necessidade de conter a turistada (para o bem deles e nosso, moradores da Região dos Lagos).

O ‘AMADO DA ALDEIA’

Continuando em São Pedro, após a galera compartilhar a rodo a informação de que o vereador Vitinho de Zé Maia (PL) teve as contas rejeitadas pela Justiça Eleitoral, o Portal RC24h procurou o parlamentar nesta quinta-feira (25). Exalando tranquilidade, Vitinho riu quando questionado e disparou: “esse povo me ama demais”. Segundo Vitinho, a decisão compartilhada foi apenas uma ressalva por causa de uma nota fiscal emitida três dias antes da conta da campanha ser aberta e a questão já está sendo resolvida. Inclusive, ele estava saindo do banco na hora que recebeu nosso contato. O parlamentar explicou que fez um orçamento com uma empresa para campanha. Depois, quando contratou, de fato, o serviço, a data usada na nota foi a do dia do orçamento. Por isso, Vitinho diz que o cara que prestou o serviço é quem vai ter que se resolver com o Tribunal de Contas. Quanto ao mandato, o vereador disse que não há riscos de perda e que poderia, no máximo, ficar inelegível, mas está tranquilo, pois os advogados garantiram resolver essa questão. Verdade seja dita, a turma gosta mesmo é de uma fofoca ali na Praça do Canhão.

SAÚDE DE MICA

O Portal RC24h entrou em contato com Guga, ex-vereador de São Pedro da Aldeia, para atualizar o estado do pai dele, Mica (PROS), que é o atual presidente do Legislativo aldeense. O vereador, que foi internado no último 14 com quadro de COVID-19, segue entubado, em coma induzido. O quadro dele é estável nesta quinta-feira (25), de acordo com o filho. A família pede orações para o vereador.

LIVE DO DECRETO

De Iguaba Grande, como já havíamos antecipado, o prefeito Vantoil Martins (Cidadania) anunciou, nesta quinta (25) o novo decreto de enfrentamento à Covid na cidade. Além de proibir o acesso às praias da laguna de Araruama, uma barreira já está funcionando no acesso ao município: só entra quem comprova moradia ou trabalho. Mas, mais que explicar o decreto, o chefe do executivo externou a preocupação com a ocupação dos leitos. Na UPA, por exemplo, os quatro leitos de UPG (pacientes graves) estão ocupados. No centro de triagem, dos 12 leitos, nove estão ocupados. “Nos causa preocupação enorme”, acrescentou. Essa preocupação também se dá porque ali, há pacientes que não são de Iguaba e tem gente de Iguaba precisando de leito e não consegue, tem que tentar vaga em outra cidade. Nesses leitos ocupados na tenda tem morador de São Pedro e Araruama, cidade que se gaba em dizer que seus leitos estão em 50% de ocupação. Mas assim é mole. De qualquer forma, Vantoil teme por um colapso e pediu colaboração das pessoas nesse enfrentamento à pandemia. E pediu, mais uma vez, que as pessoas que pretendem se dirigir à região, repensem essa ideia. Iguaba tem hoje 2.799 casos confirmados e 66 mortes.

REUNIÃO COM ESCOLAS PARTICULARES

Ainda de Iguaba, Vantoil Martins (CID) se reuniu nesta quinta (25) com diretores de escolas particulares do município, que já haviam voltado às aulas presenciais. Nesse encontro, ficou definido e já está no decreto que nos próximos dez dias as aulas voltam a ser online. Passado esse período, haverá nova reunião para decidir voltam as presenciais.

PROIBIÇÃO POR DECRETO

A Prefeitura de Araruama publicou o novo decreto para restrição de atividades durante o superferiadão com intuito de combater a pandemia de COVID-19. O documento, assinado na quarta-feira (24), oficializa a proibição do acesso às praias e lagoas do município, além de brecar o funcionamento dos quiosques da orla e dos passeios de ferry boat. Em pronunciamento nesta quinta (25), a prefeita, Lívia Bello (PP), postou um posicionamento na rede social em que pede para que turistas não venham para a região e comentou que medidas estão sendo adotadas para bloquear a entrada no município. Pelo novo decreto da cidade, a determinação para fechamento de todos os comércios não-essenciais às 18h segue vigente. Os templos religiosos tiveram leve flexibilização e, além de domingo, das 7h às 13h, poderão ter atividades presenciais às quartas, das 18h às 22h.

MAS E A REUNIÃO?

A propósito, as assessorias e prefeitos da Região negaram ter recebido um chamado de Lívia para reunião com intuito de definir pormenores de uma superbarreira intermunicipal. A informação foi passada ao Portal RC24h na manhã de quarta-feira (24) pelo alto clero do município, e, simplesmente, não se confirmou. O que se confirmou, inclusive, é o oposto: a falta de diálogo e conexão dos vizinhos com a Prefeitura de Araruama, que parece uma ilha: isolada, à deriva e sem articulação com os pares. Até Casimiro de Abreu, que nem faz parte da Região dos Lagos, é mais integrado às discussões. A gente colhe o que a gente planta. E, quando se isola com (até mesmo) certo grau de prepotência, Lívia deixa de fazer política e dá margem para que situações como falta de convites para a reunião e encontro com o governador interino, Cláudio Castro (PSC), se tornem cada vez mais recorrentes. De que adianta a vice, Raiana Alcebíades (PSC), servir torta de climão quando tem a oportunidade de ter com o Estado, se a gestão não parece fazer o dever de casa?

TRANQUILIZANTE

O prefeito de Arraial do Cabo, Marcelo Magno (SDD), publicou um vídeo nesta quarta-feira (24), na tentativa de tranquilizar os moradores sobre o novo decreto municipal que entra em vigência na sexta (26) e vai até dia 4. O chefe do Executivo pediu a união e compreensão dos munícipes e declarou: “a única coisa que a gente não consegue voltar atrás é a vida”. A necessidade de apoio ao comércio local também foi citada pelo gestor. O prefeito anunciou medidas, como a antecipação de pagamentos dos servidores ativo e inativos para sexta, e relembrou o retorno do repasse de benefícios fiscais que havia sido bloqueado por dívidas das gestões anteriores.

CALA BOCA NUNCA MAIS

A advogada de Arraial do Cabo Ana Carolina Melman ingressou no coletivo “Cala Boca Nunca Mais”, dos advogados Ricardo Brajterman, Maíra Fernandes e Daniel Vargas. Segundo a advogada, o grupo visa lutar contra a intolerância, discurso de ódio, preconceito e censura. A primeira atuação do “Cala Boca Nunca Mais” foi uma parceria com uma comissão da Alerj de combate ao preconceito contra uma postagem antissemita de Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB. O caso, inclusive, repercutiu na coluna de Ancelmo Góis, do Globo. Ana havia dito a gente que entraria em um grupo assim e a menina é desse jeito. Não se limita ao discurso: vai lá e faz.

AJUDA DE CUSTO

A prefeita de Saquarema, Manoela Peres (DEM), enviou à Câmara um projeto que visa prover um auxílio financeiro para os munícipes. Segundo vídeo postado na internet nesta quarta-feira (24), o “Cartão Família Saquaremense” terá o valor de R$ 300 e será dado durante seis meses para os pais dos alunos matriculados nas escolas municipais e estaduais de Saquarema. A prefeita ressaltou que o benefício será oferecido também aos ambulantes, artesãos, músicos, produtores de eventos, motoristas de táxi e de aplicativo e as pessoas de baixa renda cadastradas no CadÚnico. Peres estima que mais de 20 mil famílias vão receber o benefício e fez uma live na manhã desta quinta (25) para explicar melhor a medida. Que sirva de exemplo para os vizinhos.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content