Aumento na gasolina pega de surpresa quem ia curtir o feriadão

Segundo a Petrobras, a variação do preço da gasolina na bomba de combustível deve ser de R$ 0,15 por litro

519

Parece que curtir o feriado vai sair mais caro que muita gente imaginava. Depois que a Ambev anunciou o aumento de  7% na cerveja e a carne com uma alta de 17%. Um novo aumento foi anunciado para reduzir a alegria da população com o feriado prolongado. A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (08), véspera do feriadão, um novo reajuste no preço da gasolina, que passa de R$ 2,78 para R$ 2,98 por litro (R$ 0,20) e também do também do gás de cozinha, de R$ 3,60 para R$ 3,86 por kg, equivalente a R$ 50,15 por 13kg, refletindo reajuste médio de R$ 0,26 por kg. Os novos preços começam a ser aplicados já neste sábado (9). Segundo a empresa, a variação do preço da gasolina na bomba de combustível deve ser de R$ 0,15 por litro.

“Após 95 dias com preços estáveis, nos quais a empresa evitou o repasse imediato para os preços internos da volatilidade externa causada por eventos conjunturais, a Petrobras realizará ajuste no preço do GLP para as distribuidoras. Para a gasolina A, o período de estabilidade foi de 58 dias”, diz um comunicado da empresa.

Ainda segundo a Petrobras, o reajuste é importante para garantir que o mercado continue sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento. De acordo com a estatal, os ajustes refletem parte da elevação nos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente ao crescimento da demanda mundial, e da taxa de câmbio, dado o fortalecimento do dólar em âmbito global.

ENTENDA POR QUAL MOTIVO AUMENTOU

O preço dos combustíveis, como o Diesel e a Gasolina, e do botijão de gás estão mais caros basicamente por dois motivos: o aumento do preço do petróleo e a cotação do dólar. Em 2019, no governo de Michel Temer (MDB), a Petrobras passou a reajustar os preços dos combustíveis e do gás de acordo com a demanda do mercado, o que inflacionou o valor do reajuste. Anteriormente, esse preço era revisado de três em três em meses, considerando uma média de cotações dos últimos 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui