Aplicação da dose de reforço da Covid-19 chega aos adolescentes de 14 anos em Maricá

Vacinação avança na faixa etária de 12 a 17 anos, destinada aos que receberam o primeiro reforço há quatro meses ou mais

215

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Saúde, continua mobilizada na vacinação dos adolescentes de 12 a 17 anos e começou, nesta sexta-feira (10), a aplicar a dose de reforço contra a Covid-19 na faixa etária de 14 anos. A vacinação desse grupo ocorre nas Unidades de Saúde da Família (USF) Chácara de Inoã, Marinelândia, Jardim Atlântico e no Serviço de Atendimento e Reabilitação Especial de Maricá (SAREM), no Centro, das 9h às 16h. Podem receber o reforço aqueles que tenham recebido a segunda dose há, no mínimo, quatro meses, apresentando o documento de identidade, CPF, ou cartão do SUS, além do comprovante de vacinação em um dos polos de imunização.

Na próxima terça-feira (14), a dose de reforço chega a idade de 13 anos, seguindo para 12 anos no dia 20/06 e com uma repescagem geral no dia 21/06. Os adolescentes imunossuprimidos (com baixa imunidade) devem aguardar um calendário próprio, que será divulgado após a chegada da vacina específica para este público.

Adolescentes destacam a importância da vacinação

Os adolescentes compareceram aos polos de vacinação voltados à aplicação do reforço nesta sexta-feira (10). No Sarem, uma das mais ansiosas pela vacina foi Vivian Araújo, moradora do Caxito. Ela ressaltou que a dose de reforço é essencial no combate à covid-19, evitando casos graves em um momento de aumento de circulação do coronavírus.

“É muito importante tomar a dose de reforço, ação que ajuda na minha segurança e daqueles ao meu redor. Mesmo com a liberação do uso de máscaras, a vacina é essencial para manter a proteção, porque ainda há circulação do coronavírus. Com o reforço, me sinto muito mais tranquila para conviver com amigos e família”, afirmou.

Maria Eduarda Reis é moradora do bairro Mumbuca e garantiu que a vacinação é essencial para ter segurança no convívio com outras pessoas, principalmente no ambiente escolar e com pessoas idosas.

“Me sinto muito mais segura com a dose de reforço. Agora, posso conviver com meus avós de forma mais protegida e a minha saúde também ganha com a vacina, ajudando também quando eu precisar sair e ter contato com outras pessoas”, completou.

Outros grupos também devem se vacinar

A imunização de outras faixas etárias também continua nas unidades de saúde da cidade. As pessoas de 50 anos ou mais e os trabalhadores da saúde em geral podem receber a segunda dose de reforço, após quatro meses do primeiro reforço; e a população de 18 a 49 anos deve receber um reforço quatro meses depois da segunda dose ou dose única. Além disso, a vacinação das crianças de 5 a 11 anos segue em repescagem permanente, aplicando a primeira e a segunda dose, com intervalo de 28 dias para CoronaVac e oito semanas para Pfizer pediátrica, nas USF Central, Barroco, Inoã II e Bambuí.

Locais de vacinação:

Segunda a sexta-feira – das 9h às 16h

Adolescentes

SAREM – R. Ver. Luiz Antonio da Cunha, 200, Centro
USF Marinelândia – Rua Nove, Quadra 15, Cordeirinho
USF Chácaras de Inoã – Rodovia Amaral Peixoto, km 16. (ao lado do Polo Mania), Inoã
USF Jardim Atlântico – Rua 36, lote 01, quadra 206, Itaipuaçu

Adultos e idosos

USF Central – Rua Clímaco Pereira, 241, Centro
USF Jardim Atlântico – Rua 36, lote 01, quadra 206, Itaipuaçu
USF Santa Paula – Estrada de Cassorotiba, s/n.
USF São José 2 – Estrada da Cachoeira, s/n
USF Chácara de Inoã – Rodovia Amaral Peixoto, km 16 (ao lado do Polo Mania), Inoã
USF Ponta Grossa – Rua Irineu Ferreira Pinto, s/n
USF Ubatiba – Avenida Niterói, s/n
USF Marinelândia – Rua Nove, Quadra 15, Cordeirinho

Crianças

USF Central – Rua Clímaco Pereira, 241, Centro.
USF Inoã II – Rodovia Amaral Peixoto, km 14, s/n, (ao lado do DPO).
USF Barroco – Rua Getúlio Vargas (antiga Rua 2), lote 13, quadra 4, casa 2, Itaipuaçu.
USF Bambuí – Av. do Contorno, s/n.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui