InícioRegião dos LagosArraial do CaboAlunos e funcionários das escolas de Arraial sofrem com calor intenso devido...

Alunos e funcionários das escolas de Arraial sofrem com calor intenso devido à inação da Enel

A um dia do término do verão, decisão judicial para ampliação da carga elétrica e instalação de ar-condicionado permanece desatendida depois de três meses

O verão termina nesta quarta-feira (20), mas, em Arraial do Cabo, o desconforto causado pelo calor nas escolas municipais permanece – e sem previsão de fim. Há exatos três meses, a Justiça determinou que a Enel ampliasse a capacidade de carga elétrica em 16 escolas para instalar sistemas de refrigeração, contudo, nada foi resolvido até então. Das unidades, apenas duas não necessitam da medida, pois serão demolidas para a construção de novas.

As escolas contam com ares-condicionados novos, contudo, a capacidade de carga elétrica é incompatível à qual os aparelhos necessitam. Com isso, a população denuncia “falta de vontade do município”, entretanto, trata-se de um atraso de três meses que, de acordo com a prefeitura, está “prejudicando o bem-estar dos alunos e funcionários”.

Foi imposta uma multa diária de R$ 500 em caso de descumprimento da decisão, no entanto, até então, a concessionária não teria dado “qualquer indício de execução da ordem”. Até o momento, foram acumulados R$ 45 mil em penalidade. Por determinação judicial, limite inicial é de R$ 50 mil.

O secretário de educação, Bernardo Alcântara, expressou sua insatisfação com a situação. “Esperávamos proporcionar um ambiente mais agradável para nossos alunos e funcionários durante o verão, mas infelizmente a Enel não atendeu à determinação judicial. Já pagamos uma tarifa de R$ 30 mil para aumentar a carga na Escola Adolpho Beranger”, afirma. Ele também pontua que, embora o município tenha efetuado o pagamento, até o momento, a concessionária não realizou qualquer modificação no ampliamento da carga, nem nesta, nem em qualquer outra unidade.

“É uma pena que nossos alunos e funcionários tenham que suportar o calor. Estamos fazendo o que podemos, mas dependemos da Enel para resolver essa questão”, acrescentou Alcântara. Ele também destacou que a multa diária de R$ 500 imposta à Enel é considerada baixa, pois a concessionária, ao que aparenta, tem preferido não realizar a modificação e pagá-la, e que a prefeitura está buscando o aumento desse valor.

O RC24h entrou em contato com a Enel, inicialmente questionando sobre a Escola Adolpho Beranger. Em nota, a concessionária destacou que “Na última sexta-feira (15), técnicos estiveram na escola mencionada e identificaram que a medição estava com níveis de tensão dentro dos padrões de normalidade. A responsável pela escola informou que ocorrem problemas com fornecimento apenas quando todos os aparelhos de ar-condicionado são ligados ao mesmo tempo”

Mencionou também que “aguarda o envio da documentação requerida à prefeitura para realizar o projeto de aumento de carga na escola. A distribuidora esclarece que o funcionamento adequado de aparelhos de ar-condicionado está diretamente relacionado com a carga disponível para o cliente e que entrará em contato novamente com o município apoiar na solução da pendência, para que o atendimento seja concluído”.

O secretário destaca que a documentação já foi enviada, tanto da Escola Adolpho Beranger, quanto das outras unidades. O Portal também questionou sobre o atraso em relação à ampliação de carga e se existe alguma previsão para que isso seja realizado, e aguarda retorno.

Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida.

Já atuou como apresentadora na Jovem TV Notícias, em 2021. Escreve pelo Portal RC24h há três anos e atua, desde julho de 2022, como repórter do Jornal Razão, de Santa Catarina.

É autora publicada, com duas obras de romance e mais de 500 mil acessos nas plataformas digitais.

- Advertisement -
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Mais Lidas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
Pular para o conteúdo