InícioCulturaParque de Exposições será reativado em Macaé

Parque de Exposições será reativado em Macaé

O Horto Municipal, o Curral Comunitário, a Central de Abastecimento (Ceasa) e os Espaços da Agroeconomia também voltarão à ativa

O Parque de Exposições Latiff Mussi Rocha, o Horto Municipal, o Curral Comunitário, a Central de Abastecimento (Ceasa) e os Espaços da Agroeconomia para receber as demandas dos produtores na região serrana serão reativados em Macaé.

Também serão reativadas a Feira do Produtor e a vacinação contra aftosa, raiva e brucelose no rebanho do município.

O secretário de Agroeconomia, Dudu Jardim, explicou que, devido à pandemia do coronavírus (Covid-19), não há prazo certo para a reabertura destes espaços e eventos, mas as equipes da Agroeconomia já trabalham para que voltem a funcionar.

“A orientação do governo municipal é reativar estes importantes espaços e eventos públicos, conforme a vontade da população. Durante alguns anos estes equipamentos públicos estão fechados e trabalhamos para a reativação, assim como a volta da visitação de escolas nos nossos espaços e a oferta de cursos. É uma importante missão e faremos assim que for possível devido ao momento da pandemia”, destacou.

O secretário enfatizou que a reabertura será feita após revitalização desses espaços que vão funcionar de forma humanizada dentro do trabalho de políticas públicas voltadas para a qualidade de vida dos cidadãos.

“Estamos trabalhando para que, nos próximos meses, nossas metas já estejam acontecendo. Tem muita novidade vindo e a nossa equipe é composta por técnicos competentes que trabalham em prol da população”, concluiu o secretário.

O parque de exposições fica à Rodovia Amaral Peixoto (RJ-108), no Bairro São José do Barreto, ao lado do Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho; o Horto e o Curral estão localizados no Aterrado do Imburo; a antiga Ceasa funcionava na Barra de Macaé, em frente ao Estádio Cláudio Moacyr; e os Espaços da Agroeconomia, no distrito de Córrego do Ouro, na Escola Joaquim Augusto Borges, na Bicuda grande, e a Casa da Cachaça, na Bicuda Pequena, que serão bases para receber as demandas da Agroeconomia.

** Com informações do Portal O Dia.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content