InícioMaricáItaipuaçu, em Maricá, ganha nova orla, estações de vermelhinhas e praça

Itaipuaçu, em Maricá, ganha nova orla, estações de vermelhinhas e praça

Na primeira solenidade, o prefeito Fabiano Horta (PT) teve como convidado o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, deputado André Ceciliano

A região de Itaipuaçu foi contemplada nesta quarta-feira (26), com uma série de inaugurações, comemorando o aniversário de 207 anos de Maricá. Primeiro, a recém-revitalizada orla do bairro teve sua primeira etapa entregue à população juntamente com a estação das bicicletas gratuitas da Empresa Pública de Transportes (EPT), as chamadas ‘vermelhinhas’. Em seguida, foi a vez da Praça dos Clubes, que fica no Jardim Atlântico e é composta por quatro áreas abertas onde foram erguidos os escudos dos quatro principais times cariocas. Duas dessas áreas receberão playground (a do Fluminense e do Botafogo) e academia ao ar livre (do Flamengo e do Vasco), além de iluminação e paisagismo.

Na primeira solenidade, o prefeito Fabiano Horta (PT) teve como convidado o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, deputado André Ceciliano. O parlamentar caminhou junto com o prefeito e conheceu o calçadão, as faixas para ciclistas e corredores e a estação das vermelhinhas. Ele afirmou que a obra dá um novo valor à região.

“Toda essa beleza se junta com as bicicletas gratuitas à população, que simbolizam saúde e qualidade de vida. É mais uma das marcas desta gestão, além dos cuidados que implantou durante a pandemia. Nós da Alerj temos orgulho de ver que Maricá está passando por tudo isso de cabeça erguida”, exaltou Ceciliano em seu discurso.

Sobre as inaugurações, Fabiano Horta afirmou que a orla tem um forte simbolismo para a cidade e que a Praça dos Clubes lida com a paixão do brasileiro pelo futebol. 

“A orla é a maior entrega de investimento público que realizamos nos últimos quatro anos, e demonstra que queremos uma cidade que seja bela e funcional. As bicicletas significam saúde, agilidade e rapidez, assim como os times representados nesta praça significam a emoção que o brasileiro tem com o esporte. Além dessas obras, festejamos hoje a alma maricaense e as políticas sociais que construímos nos últimos 13 anos, com a rede de proteção social que inclui ainda nossa moeda social e o transporte gratuito”, listou o prefeito.

O vice-prefeito Diego Zeidan seguiu a linha e ressaltou que Maricá tem hoje os melhores números econômicos do estado, o que deve ser comemorado. “Ainda sentimos o luto pelas perdas para o vírus, nesse aniversário temos de celebrar o fato de a cidade ser o contraponto do cenário nacional, tendo nosso povo no centro das ações”, pontuou.

Na orla, muita gente estava curiosa para saber como funcionam as bicicletas vermelhinhas, que são solicitadas através de um aplicativo de celular. A advogada Elaine Soares Oliveira, de 62 anos, disse que vai usar sempre que for ao local. “Já ando bastante por aqui e vou andar ainda mais. Foi uma ótima surpresa ver isso aqui, o espaço não deve nada a Copacabana, por exemplo. Todo mundo tem de vir e ver”, convocou a moradora do Barroco.

Já curtindo a Praça dos Clubes, que fica no cruzamento das ruas Douglas Marques Rienti (antiga 83) e Van Lerbergue (antiga 34), a comerciante Keila da Silva Fidalgo, de 32 anos, observava a filha Lara Júlia, de 7 anos, utilizando o balanço do playground da área do Botafogo, por sinal seu time do coração. “É uma coisa diferente, muito criativa, e que vira uma opção de lazer para nossas crianças. Gostei muito”, disse ela.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content