CABO FRIO/ Praça Gentil Gomes de Farias, na Passagem, terá oficina de Danças Circulares

Conjunto de atividades terapêuticas tem como objetivo o fortalecimento muscular através da dança de roda

249

Na próxima segunda-feira (21), às 15h, a Praça Gentil Gomes de Farias, na Passagem, receberá a oficina de “Danças Circulares”, ministrada pela psicopedagoga e arteterapeuta Elvi Vasconcellos. O evento faz parte do cronograma de atividades culturais da Prefeitura de Cabo Frio, coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura. O evento será gratuito e direcionado a todas as idades.

As Danças Circulares fazem parte das Práticas Integrativas e Complementares para o Sistema de Saúde (PICSS), criada pelo governo federal, via Ministério da Saúde, em março de 2018. De acordo com Elvi Vascellos, trata-se de um conjunto de atividades terapêuticas que visam o alongamento, a interação com o outro e o fortalecimento muscular através da dança de roda.

“É um resgate das danças folclóricas e das cirandas. Não precisa saber dançar ou ter experiência em dança. Nosso encontro será uma roda com algumas danças dos povos, cirandas e marchinhas de carnaval. O grupo reunido em círculo segue uma coreografia e todos os componentes, conectados entre si, reúnem energias em busca da harmonia e da consciência do todo. O focalizador, que é quem conduz a dinâmica, é um profissional da área de saúde ou educação com formação específica para desenvolver este trabalho”, explica Elvi Vasconcellos.

De acordo com a superintendente de Projetos e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura, Luciana Branco, o objetivo das oficinas ministradas na Praça Gentil Gomes de Farias é oferecer à população o acesso a atividades culturais e terapêuticas gratuitas.

“Temos o cuidado e a preocupação de ocupar o espaço com atividades culturais gratuitas ou com preços populares. A oficina ‘Danças Circulares’ foi um presente que recebemos. Estamos de braços abertos para ações artísticas como essa. A Praça é do povo e, como gestores, devemos estar atentos ao que podemos oferecer de melhor”, afirma Luciana Branco.

Para mais informações, as pessoas interessadas podem entrar em contato pelo telefone: (22) 99933-6767. O uso de máscara será obrigatório. A programação está condicionada às condições meteorológicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui