Setransol expõe preocupação na Região dos Lagos após aumento de combustível

Empresas que operam o serviço em municípios na Costa do Sol, Região dos Lagos e Região Serrana consideram a redução da oferta de ônibus

607

O Sindicato das Empresas de Transporte da Costa do Sol e Região Serrana (Setransol), entidade que representa empresas que atendem cerca de dezesseis municípios no interior do Estado do Rio de Janeiro, manifesta, mais uma vez, a extrema preocupação com a crise dos combustíveis e alerta as autoridades para o risco de interrupção parcial do serviço de transporte coletivo de passageiros.

Com a efetivação de mais um aumento do óleo diesel em 14,26%, as empresas que operam o transporte público municipal e intermunicipal terão ainda mais dificuldade em manter as operações das linhas de forma integral, e se veem obrigadas a promover uma redução de frota em horários de menor movimento durante a manhã, tarde e noite, e também nos finais de semana, para priorizar a manutenção do serviço a curto prazo.

Somente nos primeiros seis meses de 2022, o combustível acumula alta de 68% nas refinarias, e a escalada dos preços do diesel mantém o item como principal custo operacional das empresas, representando uma fatia de 34% do faturamento. O sindicato alerta que o sistema de transporte coletivo foi gravemente prejudicado pelos efeitos da pandemia da COVID-19, e que a recuperação financeira das operadoras permanece ainda mais distante pela falta de compensação do poder público para equilibrar as operações dos serviços, que já se encontram no limite do esgotamento financeiro.

Em caráter de extrema urgência, o setor solicita que o poder público adote medidas que garantam a continuidade de um serviço essencial para o desenvolvimento e a economia do interior do Estado do Rio de Janeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui