Sepe Lagos protesta em defesa da homologação do Concurso de 2020, em Cabo Frio

A manifestação foi pacífica, com faixas e discursos; os profissionais percorreram as principais ruas do centro da cidade

489

Na manhã desta quinta-feira (3), o Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação da Região dos Lagos (Sepe Lagos) se reuniu, nas ruas de Cabo Frio, para um protesto pacífico em defesa da homologação do concurso de 2020.

Segundo relatos, o prefeito José Bonifácio alega falta de dinheiro, e que só vai homologar  o concurso quando conseguir passar na Câmara dos Vereadores a retirada de direitos do trabalhador. O que não é o que justo, na visão desses profissionais.

“Não é por falta de dinheiro, uma prefeitura rica, com orçamento de 1 bilhão de reais para 2022. A gente pode ter serviços de qualidade, sem interrupção, com a convocação e posse dos concursados de 2020”, disse uma das profissionais na passeata.

O Portal RC24h entrou em contato com a Prefeitura Municipal de Cabo Frio. Confira a resposta na íntegra:

¨Com relação à pauta reivindicada, a gestão municipal reforça que nenhum direito adquirido pelos servidores municipais, por meio do Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações (PCCR), foi retirado ou suprimido. O PCCR passará futuramente por revisões inerentes à manutenção de sua finalidade. Qualquer proposta de mudança será discutida previamente e encaminhada para análise e aprovação da Câmara Municipal de Vereadores. Com relação a perdas e reajustes salariais, a Prefeitura informa que a data base da categoria é em abril, quando a pauta entrará para discussão e negociação. Estudos já estão sendo realizados com vistas ao reajuste. Já sobre a homologação e convocações referentes aos concursos de 2009 e 2020, o governo esclarece que os procedimentos estão em andamento¨.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui