InícioCovid-19São Pedro da Aldeia inaugura novo espaço de triagem e tratamento da...

São Pedro da Aldeia inaugura novo espaço de triagem e tratamento da Covid-19

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia inaugurou, na noite desta quinta-feira (11), o novo espaço de triagem e tratamento da Covid-19. A área anexa ao pronto-socorro municipal foi readaptada pela atual gestão para proporcionar mais conforto e qualidade nos serviços até então prestados na Tenda Covid. Com o espaço, o número de leitos destinados à doença foi ampliado para dez unidades e a capacidade de atendimento inicial foi duplicada para cerca de 200 acolhimentos diários. O local irá gerar uma economia mensal de R$ 58 mil aos cofres públicos.

O novo centro destinado à Covid-19 possui área de internação, local para atendimento primário, classificação de risco e medicação, além de consultório e banheiros masculinos e femininos. Após a passagem da pandemia, toda a estrutura será reaproveitada para os serviços e atendimentos desenvolvidos no pronto-socorro.

O prefeito, Fábio do Pastel, destacou que o combate à Covid-19 é uma das prioridades da atual gestão. A inauguração demonstra o empenho em promover humanização nas prestações do serviço municipal. “Este local, que irá oferecer o melhor atendimento aos que sofrem com essa doença, que vem afetando o Brasil e o mundo, era uma meta fundamental do governo. Quero agradecer a todos que fazem parte dessa engrenagem. A minha gestão é pautada pela humanização e pela qualidade de vida. O espaço que eu gostaria que meus pais fossem atendidos eu deixo aqui para a população aldeense”, disse.

Já a secretária municipal de Saúde, Maria Márcia Fontes, ressaltou que o prolongamento da pandemia fez com que fosse necessário o investimento em melhorias nas estruturas de atendimento, aumentando o conforto, a segurança e o suporte à vida. “O nosso alinhamento de gestão é o foco na humanização da rede de saúde. Adaptamos esse espaço já existente para oferecer qualidade e ainda iremos gerar economia à cidade. O usuário precisa ser valorizado, pois é ele que financia cada serviço público com seus impostos. Ele merece toda a qualidade estrutural e atenção adequada”, disse a secretária, que se emocionou ao entregar a obra. 

A inauguração contou com a presença dos secretários municipais, representantes do poder Legislativo e integrantes do Conselho Municipal de Saúde. Todos tiveram a oportunidade de relatar a importância do novo centro para a população aldeense e os benefícios gerados pela iniciativa. 

 

Eficiência no tratamento

Seguindo os protocolos do Ministério da Saúde, o novo centro fará a seleção e atendimento de casos de síndromes respiratórias/ gripais que apresentem os sintomas da Covid-19, como febre, tosse, coriza e dificuldade de respirar. Além da comprovação da doença, o local conta com a disponibilização de exames bioquímicos, de sangue e de raio-x. Os novos leitos contam com suporte 24h de profissionais e estrutura completa de equipamentos, como respirador e monitor cardíaco.

“O acolhimento inicial é feito pelo registro do paciente, que logo é chamado por um sistema eletrônico para realização consulta individual e privativa com profissional de enfermagem, que avalia e monitora os sintomas. Após, o usuário recebe a análise médica, que vai conduzir os procedimentos necessários para o melhor tratamento”, explicou o coordenador técnico da Organização Social Geração de Semelhantes, responsável pela administração da unidade, Roberto Motta. 

O coordenador também aponta que a nova estrutura física melhora o acolhimento aos moradores. “Atuamos dentro da capacidade da tenda, que era uma estrutura metálica e muitas das vezes ficava muito exposta às variações climáticas, como vento e chuva. Com a estrutura física, esse atendimento será feito com mais qualidade e conforto ao paciente”, disse. 

 

Economia gerada 

Apesar da ampliação de leitos e de atendimentos, o novo centro representa maior custo-benefício à cidade. A Tenda Covid somava R$ 594 mil de consumo mensal às contas do município. A previsão é que a nova estrutura gere consumo de R$ 536 mil, gerando uma economia de 58 mil por mês. O outro benefício é a reutilização do espaço após a pandemia, já que o local foi montado em estrutura própria do município. 

 

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content