BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA TERÇA-FEIRA (18)

Zé Bonifácio ainda não foi convidado pra inauguração da Faetec e se reúne na Ompetro; Marcelo Magno volta ao batente após Influenza e Covid seguidos; A polêmica milionária em Saquarema vai passar batido; Em andamento as tratativas de Fábio do Pastel e Max Lemos; Vantoil Martins e Pampolha tratam do 'Limpa Rio'; Alexandre Martins em família; Lívia leva filha pra vacinar; Surto de Covid em Rio das Ostras... E muito mais!

1139

CONVITE NÃO CHEGOU

A coluna Boca Miúda desta terça-feira (18), começa por Cabo Frio. O prefeito José Bonifácio (PDT) esteve em Campos, onde participou de reunião da Ompetro (imagem), a Organização dos Municípios Produtores de Petróleo. Por telefone, diretamente do município campista, Zé contou dessa agenda. Mas antes, comentou que não estava sabendo, até a manhã de hoje, que o governador Cláudio Castro (PL) virá a Cabo Frio no sábado (22), para a inauguração da Faetec em Tamoios, amplamente anunciada pelo secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Dr Serginho. Zé ficou sabendo da vinda de Castro pela matéria publicada no Portal RC24h. “Por enquanto, o cerimonial do Palácio Guanabara ainda não fez nenhum contato”, comentou o prefeito. Sobre essas formalidades, Zé explicou que, normalmente o governador vem de helicóptero e pousa em área pública. “Se ele vier de helicóptero, vou lá recebê-lo”, disse Zé, completando que, se Castro vier por outro meio ficará “acanhado em ir à inauguração”. E agora, será que o governador virá de helicóptero? De qualquer forma, o climão já se estabeleceu.

OMPETRO VAI INCLUIR OUTROS MUNICÍPIOS

Mas voltando à reunião da Ompetro, o prefeito José Bonifácio disse que o encontro foi para propor a abertura da Organização a outras cidades produtoras de petróleo. Maricá está no radar, assim como as que estão no entorno da Bacia de Santos, em São Paulo, e outras do Espírito Santo também. A entender, a Ompetro, hoje, é a única instituição que representa municípios na área de produção de petróleo e só permite cidades fluminenses. A entrada de outras cidades visa fortalecer e ampliar a representatividade da organização, inclusive no Congresso, “não fica uma coisa limitada a esse cantinho aqui”, disse Zé, que retorna a Cabo Frio nesta terça mesmo. Na quarta (19), o prefeito de Cabo Frio tem reunião com o Instituto Brasileiro de Administração Pública (Ibam) para tratar de uma reforma administrativa que terá consultoria do instituto. Amanhã contamos outros detalhes.

CONVITE NA REDE

A propósito da inauguração da nova unidade da Faetec de Cabo Frio, no distrito de Tamoios, o secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Dr. Serginho, entusiasmado revelou “que é a realização de um sonho levar novas possibilidades de conhecimento e crescimento profissional para os jovens e adultos da nossa Tamoios”. Por sinal, ele mesmo tem feito enorme divulgação da cerimônia, no sábado (22), às 10h, na Avenida Independência, s/nº, em frente ao Condomínio Long Beach. Todo mundo está convidado.

DE VOLTA AO BATENTE APÓS INFLUENZA E COVID

Em Arraial do Cabo, o prefeito Marcelo Magno (PL) passou a terça-feira (18) entrando e saindo de reunião e começou cedo, desde 6h30. A propósito, MM voltou ao batente esta semana, após ter emendado uma influenza e covid, seguidas, e ter ficado de quarentena em casa. “Lá em casa todo mundo pegou – eu, minha esposa e meu filho – mas ninguém sentiu nada. Tive uma tosse fraca e trabalhei home office, o telefone não parava”, comentou. Marcelo contou que ele e equipe estão voltados para fazer um aniversário da cidade (13 de maio) inesquecível. Como no ano passado não houve celebração por causa da pandemia e este ano o Carnaval também foi frustrado, assim como o evento “Verão Musical” que aconteceria agora na alta temporada, a galera está bem animada para as celebrações de 2022. O evento de aniversário promete ficar na história de Arraial, com uma festa bonita e tudo que tem direito, lembrando que o prefeito ainda não teve oportunidade de fazer uma festa do jeito que ele gostaria por causa da pandemia.

NÃO ERA PARA SER DIFERENTE?

Em relação à polêmica da licitação milionária para serviços de consultoria de apoio à gestão em Saquarema que está sendo acompanhada pela coluna, foi levantada uma série de questionamentos nos munícipes. Será que os exatos R$ 24.636.176,15 que serão gastos com essa assessoria ao longo de 12 meses não poderia ser gasto de outra forma? Só para efeitos de comparação, o montante, caso fosse dividido entre os 91.358 habitantes da cidade daria um total de R$ 265,00 para cada. Já compra, pelo menos, um gás de cozinha e ajuda no mercado, visto que a quantidade de pessoas que realmente seriam beneficiadas por um auxilio desses não corresponde a população total da cidade. Sem falar no fortalecimento do comércio local, gerando círculo virtuoso. No entanto, quem vai receber essa “baba toda” é um único empresário sortudo, vencedor da tal licitação. Aos pés da escadaria da Igreja N. Sra. de Nazaré, há quem jure ajoelhado, que o tal empresário é “muito próximo Peres”, o todo poderoso. Será? Deixa o Ministério Público saber disso. Ops… não está aqui quem falou.

NÃO CONTEM COM A OPOSIÇÃO, PORQUE ELA NÃO EXISTE

Continuando em Saquarema, a propósito dessa polêmica dos R$ 24 milhões, há de se ressaltar que em não havendo manifestação da Câmara de Vereadores ou de algum deputado estadual, ou mesmo se não houver uma provocação ao Ministério Público, vai tudo ficar como está. Pessoal já até apelidou do “Jogo do Milhão”. E pelo jeito, só mesmo se o MP entrar em ação. Haja vista que não há oposição no município – é 100% fechamento com Manoela/Antônio Peres. E também não contem com Pedro Ricardo (PSL) ou Franciane Motta (MDB) nessa briga, porque isso não vai acontecer. O povo que lute.

TRATATIVAS EM ANDAMENTO

A coluna Boca Miúda de segunda-feira (17), trouxe uma informação que circula na Praça do Canhão de São Pedro da Aldeia que, em reunião com o secretário de Obras e Infraestrutura do Estado, Max Lemos, Fábio do Pastel (PL) teria apresentado um projeto de hospital em espaço privado. Na sequência, Max Lemos teria dito ao prefeito para esquecer isso e pedir coisa mais fácil, como um asfaltamento de ruas. Em nota, enviada à coluna nesta terça (18), a Prefeitura informou que um de seus objetivos é “levar os serviços da Policlínica Municipal para o centro da cidade, no antigo prédio do IPAC”. Segundo o município, em visita ao local, o prefeito mostrou o projeto a Max Lemos, que se prontificou a “ajudar no que fosse preciso”. De acordo com a nota, “para viabilizar a reforma, a Prefeitura de São Pedro da Aldeia e o IPAC já estão nas tratativas de cessão do prédio ao município”.

PROMETEU E CUMPRIU

Ainda de São Pedro da Aldeia, o vereador Isaías do Escolar (PROS) prometeu e cumpriu. Nesta terça-feira (18), ele voltou à Praia da Baleia, onde no dia 5 deste mês uma ação da Prefeitura, em cumprimento a ação judicial, demoliu o rancho dos pescadores. O fato, acompanhado de perto por Isaías, causou uma revolta generalizada, e na mesma ocasião, o prefeito Fábio do Pastel (PL) logo se comprometeu em construir novos boxes. E hoje “a bonança chegou”, disse o vereador, que esteve lá juntamente com os secretários de Obras, Fernando Frauches, de Governo, Luiz Fernando, de Meio Ambiente, Mário Flávio, e o diretor de Pesca, Breno. Isaías agradeceu ao prefeito, inclusive. “Hoje um grande sonho virou realidade com a construção dos novos ranchos que já estão em andamento. Parabéns ao prefeito e a todos os envolvidos na realização desse sonho”, postou o vereador em seu perfil.

LIMPA RIO EM IGUABA GRANDE

O secretário Estadual de Ambiente, Thiago Pampolha, esteve em Iguaba Grande nesta terça-feira (18), para tratar do Programa “Limpa Rio”. As tratativas para implantação do programa do município já se desenrolam há algum tempo, com direito até a uma visita do secretário de Planejamento iguabense, Eron Bezerra, ao Inea, no Rio de Janeiro, no ano passado. A comitiva do Pampolha veio acompanhada de uma equipe do Inea. Durante a visita, Thiago aproveitou para explicar alguns projetos da secretaria dele para a Região dos Lagos. Um desses prevê a dragagem do Canal do Itajuru, que já está em licitação. Esse processo vai contemplar as cidades banhadas pela laguna de Araruama com a engorda das orlas com a areia da própria laguna. O secretário também acompanhou o prefeito, Vantoil Martins (CID), para ver algumas extensões de rios que cortam Iguaba. O objetivo de Martins foi pedir apoio para a macrodrenagem do município.

CURTINDO A FAMÍLIA

Em Armação dos Búzios a manhã desta terça-feira (18) do prefeito, Alexandre Martins (REP), foi de reuniões internas, sem muitos destaques. Porém, na parte da tarde, agenda livre para o paizão aproveitar o dia com a filha Alicia, que completou 10 anos de idade. Afinal, nem só de política vive o homem, né? Nas redes sociais, Alexandre escreveu algumas palavras em homenagem à caçulinha e afirmou que é “imensamente grato ao Senhor pela sua vida, e peço que Ele lhe guarde, te encha de bênçãos e lhe reserve lindos sorrisos, saúde e esperança”. Alexandre é desses papais babões que faz questão de revelar ao mundo o carinho pela prole. Muito justo!

‘LEVA AS CRIANÇAS NO POSTINHO

Não é segredo para ninguém que a prefeita de Araruama, Lívia Bello (PP), leva muito a sério a vacinação contra a COVID-19. O comportamento dela é claramente enquadrado em um tipo que excelentíssimo presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), já chamou de “tarado por vacina”. Tanto é que nesta segunda-feira (17), primeiro dia da vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a COVID-19 em Araruama, a chefe do Executivo levou a herdeira, Laura Ribeiro, de 11 anos, para tomar a primeira dose do imunizante pediátrico. “Peço aos responsáveis que estejam atentos a agenda e não deixem de levar nossas crianças”, ressaltou a prefeita. Tá dado o recado. Sejamos sinceros, merece aplausos essa postura da prefeita. Mãe é mãe, né não?! Mãe que ama verdadeiramente seus filhos teme por suas vidas, por isso, tem responsabilidade e não cai em conto de vigário negacionista.

VEREADOR LICENCIADO

O vereador de Araruama, Elói Ramalho (PSD) pediu licença por tempo indeterminado na Câmara Municipal para assumir o cargo de chefe de Gabinete da secretaria Estadual de Defesa do Consumidor, comandada por Léo Vieira. Em áudio enviado à imprensa, Elói disse que “vai continuar vereador e fiscalizando mais do que nunca”. No entanto, a vaga de Ramalho no parlamento será ocupada pela suplente Professora Valéria (PSD), que já foi vereadora no município. Elói disse a coluna nesta terça-feira (18), que conversou com Valéria anteriormente e estão bem alinhados. Sobre o novo desafio, Elói se disse muito confiante e afirmou que tem muita coisa para inaugurar. E, com essa novidade, era uma vez vereador Elói Ramalho, possível candidato a prefeito de Araruama.

SURTO DE COVID EM RIO DAS OSTRAS

Circula por aí desde a noite desta segunda-feira (17) a informação de que 14 de 26 funcionários da assessoria de Comunicação de Rio das Ostras testaram positivo para a COVID-19. As informações dão conta de que os outros testaram negativo e, mesmo podendo ser um falso positivo, continuam trabalhando presencialmente ao invés de fazer home office. O Portal RC24h entrou em contato, na tarde desta terça (18), com a Prefeitura para confirmar a informação sobre os casos e entender o protocolo adotado com relação a eles. Porém, o município disse que apenas vai responder nesta quarta (19). Então tá.

CASTELO DESMORONANDO?

O governo federal anunciou que não vai aceitar incluir o Rio de Janeiro no Regime de Recuperação Fiscal, e logo após o anúncio pipocaram mensagens em linhas de transmissão de grupos políticos via whatsapp. Uma dessas foi um áudio disparado pelo deputado Marcelo Freixo (PSB), que criticou Cláudio Castro (PL) duramente, dizendo que ele não mostra nenhuma credibilidade nem competência para negociar esse regime de recuperação. Ainda no áudio, Freixo diz que o governo fluminense age como se o problema não existisse, “fazendo cálculos exclusivamente eleitoreiros”. “A crise no Rio é de responsabilidade, mas também de receita. Hoje a gente tem um governador que não tem responsabilidade para reerguer o Rio do tamanho que ele merece e precisa”, disparou o parlamentar. Ou seja, se Castro não conseguir fechar o financiamento da dívida, ele não fica com ajuste fiscal para poder fazer investimento e as promessas que ele vinha fazendo. Isso vai dar (muito) problema. Será que o castelo está desmoronando? E mais, muitos daqueles que estão contando com o ovo no ** da galinha ou tentando decolar juntamente com a candidatura de Castro à reeleição podem quebrar a cara.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui