InícioRegião dos LagosSão Pedro da AldeiaApós caixão quebrar por causa de cova estreita, Prefeitura de São Pedro...

Após caixão quebrar por causa de cova estreita, Prefeitura de São Pedro anuncia novo cemitério

Segundo o prefeito Fábio do Pastel (PL), obras começam dentro de dois meses

O episódio em que um caixão quebrou no meio de um enterro por conta de uma cova estreita demais no cemitério municipal de São Pedro da Aldeia na segunda-feira (22) trouxe de volta ao debate os indícios de colapso funerário vivido pela cidade.

Pressionada por uma solução, a Prefeitura emitiu nota nesta quarta (24) informando que vai começar a obra de um novo cemitério. O prefeito, Fábio do Pastel (PL), disse que a construção começa dentro de dois meses, ou seja, até janeiro de 2022.

Segundo a Comunicação, a Prefeitura está com um “processo emergencial está em andamento para a construção de módulos verticais de gavetas em um novo cemitério municipal, no bairro Retiro”.

Ainda segundo a administração municipal, um cemitério particular conveniado à prefeitura está em fase de construção. O espaço destinará áreas de enterro para uso do município.

Problema antigo

A questão da alta demanda do cemitério municipal é antiga em São Pedro da Aldeia e foi agravada pela pandemia da COVID-19. O espaço atual tem mais de 400 anos e, segundo a Prefeitura, “não acompanhou o crescimento da cidade nem mesmo recebeu as manutenções e ampliações necessárias pelas gestões anteriores”.

Uma das principais criticas ao Governo nesse sentido é justamente que, mesmo com a iminência do aumento de mortes no município em decorrência da Pandemia, chama a atenção a falta de ações governamentais para resolver um problema tão datado.

Sobre o caso em específico no enterro de Osmar Leal, “a atual gestão lamenta mais uma vez o ocorrido e ressalta que está trabalhando para atender à população aldeense com a qualidade e o respeito que merece”.

Relembre o caso

Em um evento considerado triste e bizarro, o caixão com o corpo de Osmar Leal quebrou por não caber em uma cova do cemitério de São Pedro da Aldeia na segunda-feira (22).

O caso repercutiu em toda Região dos Lagos e até no estado. Além das redes sociais, o jornal O Dia chegou a publicar matéria sobre o assunto, mostrando o desabafo da filha do falecido, Milena Pereira, que deu entrevista a Inter TV.

Na terça (23), o prefeito aldeense se manifestou na rede social, lamentou o que aconteceu e disse que outro cemitério começará a ser construído dentro de dois meses.

Segundo a Prefeitura, foi aberta uma sindicância para apurar o caso.

Luiz Felipe Rodrigues
Estudante de Jornalismo pela Universidade Veiga de Almeida. Atuou como estagiário do G1 na InterTV, afiliada da Rede Globo. Desde junho de 2020, escreve para o Portal RC24h.
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content