Casos de reinfecção por Covid-19 geram alerta na Região dos Lagos

Prefeitura de Cabo Frio confirma que há casos de reinfecção registrado na cidade


O primeiro caso de reinfecção pela Covid-19 no Brasil aconteceu em julho de 2019, em uma técnica de enfermagem de 40 anos, moradora do estado de Sergipe. A comprovação foi publicada na última sexta-feira (12), no Journal of Infection. Na Região dos Lagos, o número de infectados com coronavírus continua em constante crescimento e a possibilidade de contrair a doença mais de uma vez tem gerado alerta na população.

Nas redes sociais, uma simples publicação realizada pela jornalista e CEO do Portal RC24h, Renata Cristiane, perguntando se alguém já havia contraído a doença mais de uma vez, surpreendeu com o número de respostas afirmativas: em apenas sete horas, mais de 30 casos foram relatados pelos internautas.

"Eu tive três vezes. Os únicos sintomas foram parecidos com uma reação alérgica, nariz escorrendo e dor de cabeça. Soube porque tenho facilidade em fazer o teste. Minha filha e marido também pegaram. Fizemos o teste e testamos positivos por três vezes. Meu marido não fez o teste na terceira vez, mas acredito que tenha pegado também", conta a auxiliar administrativa do HC Lagos, Sara Rafaela, que ainda está com o vírus na corrente sanguínea, mas sem possibilidade de transmissão.

Quem também pegou Covid-19 por duas vezes é a diretora da Escola Técnica de Aplicação Profissional (ETAP), Adriana Afonso. "Tive todos os sintomas, mas meu primeiro exame deu três resultados diferentes: negativo, positivo e, depois, indeferido", afirma.

Entre os relatos, chamam atenção os de pacientes que foram reinfectados e tiveram os sintomas agravados, entre eles, o caso do pastor Márcio Alexandre, que não resistiu à piora no quadro de saúde na segunda vez e acabou morrendo vítima da doença.

A internauta Patrícia Marques também deixou o depoimento. "A 1ª foi no final de abril e a 2ª no final de outubro. Essa com sintomas e sequelas bem mais complicados", assim como Alandarc Freire: "em março com alguns sintomas e no final de junho com os mesmos sintomas bem mais fortes. Fiquei muito mal nessa segunda vez e com sequelas".

Entre os comentários, chama atenção também aqueles que ainda não acreditam que é possível contrair Covid-19 mais de uma vez.

A médica infectologista dra. Aparecida Castorina Monteiro, que atende em unidades de saúde da Região dos Lagos, alerta que "as reinfecções estão, sim, ocorrendo", apesar de poucos casos confirmados até agora.

Quando ao risco dos sintomas serem mais severos, "não podemos afirmar. Há poucos casos de óbitos relacionados à reinfecção, falta diagnóstico".

Dra. Lucy Pires, também médica infectologista, explica ainda que a confirmação só é feita quando o paciente "colhe o Swab nos dois episódios suspeitos de Covid-19. O resultado é detectável e tem o vírus com diferentes sequenciamentos genéticos".

Para ela, estudos apontam para "casos com sintomas mais intensos e graves no segundo episódio, consequentemente evoluindo para internação e óbito".

A Prefeitura Municipal de Cabo Frio confirmou ao Portal RC24h que há, pelo menos, um caso de reinfecção na cidade.

Categorias: Cabo Frio Covid-19

Fotos da notícia




Outras notícias