ePrivacy and GPDR Cookie Consent by Cookie Consent Policial candidato a prefeito de Cabo Frio é destaque por operações violentas | RC24H | O Portal de Notícias da Região dos Lagos

Policial candidato a prefeito de Cabo Frio é destaque por operações violentas

Capitão Diogo (PSDB) é citado em matéria do Globo deste domingo (11) sobre PMs acusados de crimes violentos e que disputam o voto do eleitor


O candidato a prefeito de Cabo Frio Capitão Diogo (PSDB), foi destaque em matéria publicada pelo O Globo deste domingo (11) intitulada "Veja quem são os PMs do Rio acusados de crimes violentos que vão disputar as eleições". A matéria, fala sobre quem são os policiais militares acusados de crimes violentos disputam o voto do eleitor do Rio. 

Conforme citado pela reportagem, "dos acusados, o único que disputa o cargo de prefeito é o capitão Diogo Souza da Silveira, candidato pelo PSDB em Cabo Frio. Ele é réu, junto com três outros agentes, pelo homicídio do estudante Igor Cordeiro de Manhães, de 13 anos, em março de 2012, durante operação da PM no Complexo da Mangueirinha, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Na ocasião, o adolescente foi atingido nas costas por quatro tiros de fuzil. Os PMs, lotados à época no 15º BPM (Caxias), alegaram que apenas reagiram a ataque de criminosos. Souza — na ocasião, tenente e comandante da patrulha — atirou nove vezes. A investigação da Polícia Civil concluiu que Igor não estava armado, não integrava o tráfico na favela e foi executado pelas costas. Com base no inquérito, os quatro agentes foram denunciados. Em fevereiro de 2018, Antônio Alves Cardoso Junior, da 4ª Vara Criminal de Caxias, determinou que Souza e seus três colegas sejam levados a júri popular. A data do julgamento ainda não foi marcada", diz a matéria.

Continuando, diz o texto da matéria que "em sua campanha nas redes sociais, o capitão comemora ocorrências do batalhão de Cabo Frio, o 25º BPM, com mortes de criminosos: 'Isso aqui é PMERJ, se colocar a cara pra fora vai se arrasar!', publicou no dia 11 de setembro. 

Questionado sobre a acusação, o oficial argumentou, por meio de nota, que "na polícia, quem faz muito responde muito. Quem faz pouco responde pouco e quem não faz nada é promovido".

A reportagem do Portal RC24h entrou em contato com o Capitão Diogo, via whatsApp, perguntando se seu posicionamento seria o mesmo dado, por meio de nota, ao Globo. O candidato respondeu que vai comentar "onde for replicado! Na matéria eu ja dei a minha nota!", disse ele, completando que "como falei, irei me posicionar onde for replicado pessoalmente. Assim poderei esclarecer muitas coisas", acrescentou o candidato. 

Ainda de acordo com a matéria do Globo, "Souza não é o único envolvido na morte de Igor que disputa o voto do eleitor nessas eleições: o sargento Leonardo Antônio da Silva Araújo, o Léo Russo, que também é réu no processo, tenta uma vaga na Câmara dos Vereadores do Rio".

 

Categorias: Eleições 2020

Fotos da notícia




Outras notícias