#15MINUTOSNORC - Prefeito de Arraial do Cabo pode permitir que parte do comércio funcione em meio expediente a partir da próxima semana

Município - que foi o primeiro da Região dos Lagos a decretar as medidas mais duras no combate à disseminação do Coronavírus - tem o menor índice de casos suspeitos


Parte do comércio de Arraial do Cabo deverá poder abrir suas portas a partir da semana que vem, em horário reduzido. A informação foi dada pelo prefeito da cidade, Renatinho Vianna, na tarde desta quarta-feira (25), no #15MinutosNoRC, do Portal RC24h. Conduzida pela jornalista Renata Cristiane, a entrevista foi transmitida ao vivo no Facebook, onde os internautas puderam mandar suas perguntas. 

Qual tipo de comércio e o horário de funcionamento ainda não foram definidos, mas deverá ser meio expediente.

"Sabemos que não é fácil, são medidas que não gostaríamos de ter tomado. Mas a OMS (Organização Mundial da Saúde) deixa bem claro que o melhor meio de evitar a propagação do vírus é o isolamento. É desgastante e desconfortável, mas temos convicção que essa é a coisa certa a se fazer. Pelo bem comum, da coletividade. E eu faria tudo de novo", disse Renatinho, que fez coro à declaração dada pelo governador Wilson Witzel: "Ressuscitar a economia é fácil, a vida não".

Com relação a medidas de incentivo fiscal, o prefeito cabista afirmou que ainda é prematuro dizer. "Não sabemos o impacto financeiro futuro".

Apesar da flexibilização da medida, as outras determinações - como barreiras sanitárias nos acessos à cidade, proibição de eventos, acesso fechado às praias, suspensão dos passeios de barco - permanecem. "O que estamos pedindo é conscientização e bom senso", frisou Renatinho.

Aliás, Arraial foi a primeira cidade da Região dos Lagos a decretar as medidas mais duras no combate à proliferação do Coronavírus. E também é a que menos casos suspeitos de infecção: dos três iniciais, dois já foram descartados, restando apenas um caso cujo exame ainda não foi confirmado. O fato pode ser um indicativo de que as medidas emergenciais tomdas no primeiro momento estão surtindo efeito.


ATENDIMENTO NA SAÚDE

Além da questão econômica, muitos internautas demonstraram preocupação com a questão do atendimento nas unidades de Saúde, frente aos números crescentes da contaminação por todo o país. Renatinho foi direto: "Nenhuma cidade está preparada se houver pico de contaminação. O problema é crônico, não só em Arraial como em todo mundo. O hospital geral conta com quatro respiradores e estamos providenciando mais quatro, o que não é nada diante de um horizonte de contaminação", disse.

O chefe do executivo cabista acrescentou que o município não está preparado para tantos casos. E afirmou que prefere "não sofrer antecipadamente". "Vamos tomar as atitudes corretas independemente do presidente e do governador. Temos instrumentos para defender nossa autonomia institucional. Continuarei defendendo o que acho correto, até porque não estou aqui para agradar partido, nem governador, nem presidente, mas fazer o melhor pela coletividade. A prioridade é o cidadão cabista - esse é o fundamento", completou.

Assista a entrevista na íntegra:

 

 

Categorias: Política

Fotos da notícia




Outras notícias