Prefeitura de Iguaba Grande reduz equipes de serviços públicos como prevenção ao Covid-19

Medida já está valendo a partir desta segunda-feira (23)


O prefeito de Iguaba Grande, Vantoil Martins, acaba anucniou que a partir desta segunda-feira (23) as equipes de serviços públicos estarão reduzidas em mais de 80%. Entre as ações que terão redução estão capina, roçada, varrição e patrolamento entre outros. De acordo com o prefeito, a medida se faz necessária tendo em vista que esses servidores atuam em todos os bairros da cidade e, portanto, estão sujeitos tanto à infecção quanto à propagação do coronavírus.

“Entendemos que alguns serviços como varrição, por exemplo, são essenciais. Mas com as pessoas dentro de casa, cumprindo nosso Decreto, teremos plena condição de atuar com cerca de 20% da equipe. O momento, infelizmente, é de sacrifício para todos nós. Mas se cada um fizer a sua parte Iguaba Grande vai sair desse período de pandemia sem nenhum problema maior”, declarou Vantoil.

No sábado (21) à noite a Prefeitura de Iguaba Grande lançou novo Decreto Municipal Nº 1.887/2020 (o terceiro desde que o primeiro caso suspeito foi detectado na cidade – atualmente são quatro aguardando resultado). Neste novo documento o comércio está proibido de fazer atendimento presencial ao público, sendo liberado somente serviços de venda por meio de aplicativo, internet ou telefone com entrega delivery (a porta da empresa deve se manter fechada o público). A exceção fica por conta de serviços considerados essenciais como supermercados, hortifrútis, casas de ração, padarias, distribuidoras de gás e água mineral entre outros. Bancos e casas lotéricas também estão autorizados a funcionar desde que cumpram regras previstas.

Nos primeiros dias do novo Decreto muitas denúncias foram encaminhadas através das redes sociais da Prefeitura, e as equipes da Secretaria de Segurança e Ordem Pública estão verificando todas. Vários bares, lojas e igrejas estão sendo fechados desde domingo pelas equipes da Guarda Municipal com base no Decreto, que prevê detenção de até um ano mais multa em caso de descumprimento.

Categorias: Iguaba Grande Política Covid-19

Fotos da notícia




Outras notícias