Líder evangélico de Cabo Frio pede a palavra para desmentir denuncias contra Janio






*Amigos leitores: recebi esse e-mail do Pastor Filadelfo, que pediu a palavra para desmentir boatos contra Janio Mendes. Conforme solicitação, leia na íntegra.

Prezado Prof Chicão:

Tive a oportunidade de assistir o referido "vídeo" de uma votação concernente ao chamado "Dia dos Evangélicos". É de lamentar, que seria necessário pedirmos à referida Câmara Municipal TODA a gravação, pois a mesma se encontra de forma "equivocada". 

Por ocasião, desta eleição me encontrava no plenário - até porquê fazia parte da Diretoria do Conselho de Pastores.Assunto este, que já se arrastava desde de 1995. Na época, o signatário, gostaria de que fosse "feriado". O Conselho se posicionou "contrário", pois FERIA FRONTALMENTE o que consta na CF/88 - a lide relação Estado e Igreja. Sugerimos que fosse somente uma "data comemorativa" e, que em nada viesse a interferi no dia a dia de nossa cidade. Quanto a fala do então Vereador Janio Mendes, a meu ver na época - pois novamente repito lá estava, foi no sentido figurado e, em momento algum veio a desmerecer os membros das Igrejas Evangélicas e, muito menos nós Pastores. 

Entendo prezado Prof, que nós temos realmente "raposas" em nosso meio eclesiástico, principalmente aqueles que "perdem a visão" da chamada "primordial" da Igreja e, dentro de sua "esperteza" faz "escambo" e tem a igreja - que não é sua, como curral eleitoral, isto é que nós deveriámos estar combatendo e darmos o nome de todos eles nos blogs, facebook.
Sou cidadão brasileiro, que contribuo com os impostos - em dia por sinal.Aprendi a vivenciar o contido bíblico sobre autoridade secular (Romanos 13 - Tito 3;1 e 1ª Timóteo). 

Neste momento cívico procurei apenas a me ater as propostas dos candidatos ao Poder Executivo e, a sua viabilidade de aplicação. Não sei de onde foi efetuado o referido CD, eu só sei que lamentável, pois quando falamos de credibilidade, dignidade, honradez, idoneidade moral, fica difícil aceitarmos tal situação.

Creio que o prezado Prof  não deve se "iludir" com o referido conteúdo, pois ele não traduziu e nem traduz a verdade vivida na època. Caso haja qualquer necessidade, encontro-me à vossa disposição para dirimir qualquer dúvida que ainda possa pairar.

Rev. Filadelfo Filho - Pastor da Igreja Presbiteriana de Jardim Canaã, funcionário Concursado do BNDES, cedido ao Ministério Público do Trabalho 1ª Região.




Categorias: Geral

Fotos da notícia




Outras notícias