ePrivacy and GPDR Cookie Consent by Cookie Consent População da Região dos Lagos cresce 19,8% na última década, segundo IBGE | RC24H | O Portal de Notícias da Região dos Lagos

População da Região dos Lagos cresce 19,8% na última década, segundo IBGE

Instituto divulgou novos dados de crescimento populacional nesta quarta-feira (28)


A população da Região dos Lagos cresceu 19,8% na última década, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou novos dados sobre a população brasileira nesta quarta-feira (28). Em 2010, 538.470 pessoas moravam nos sete municípios que abrangem a região - Cabo Frio, Araruama, São Pedro da Aldeia, Saquarema, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo e Iguaba Grande. Com a nova estimativa, esse número subiu para 645.100 moradores em 2019.

Armação dos Búzios é a cidade com maior crescimento populacional percentual, de acordo com o IBGE. O município ganhou 12.972 novos habitantes, passando de 27.560 para 40.532 pessoas, cerca de 47% de aumento. O balneário é o 6º mais populoso da Região dos Lagos e assume a 52ª posição no ranking estadual.

Cabo Frio continua sendo a cidade mais populosa da região e assumiu a 14ª posição no ranking do Estado. Segundo os dados divulgados, o número de moradores no município subiu 18,06%, indo de 186.227 em 2010, para 219.863 em 2019.

Araruama, a 2ª maior cidade da região, por sua vez, ganhou 20.292 novos residentes na última década, passando de 112.008 para 132.400. Em percentual, a cidade teve um aumento de 18,21% na população.

São Pedro da Aldeia, a 3ª cidade mais populosa da Região dos Lagos, cresceu 18,89%. Em 2010, 87.875 pessoas moravam no município. Em 2019, esse número pulou para 104.476, garantindo a 30ª posição no ranking estadual.

Saquarema teve um aumento populacional de 20,12%, passando de 74.234 habitantes, em 2010, para 89.170, em 2019. A cidade é a 4ª mais populosa da Região dos Lagos e a 33ª do Estado.

Iguaba Grande ficou com o título de cidade com menos habitantes da Região dos Lagos. Conforme os dados do IGBE, o município ganhou 5.459 novos habitantes na última década, tendo um crescimento de 23,88%.

Arraial do Cabo é a cidade que teve menor crescimento populacional, com apenas 9,5%. Em números reais, o município subiu de 27.715 habitantes, em 2010, para 30.349, em 2019. A cidade ocupa a 51ª posição no ranking estadual e é a 5ª na micro região.


MACAÉ E RIO DAS OSTRAS

Na Baixada Litorânea, Macaé e Rio das Ostras também registraram aumento populacional relevante.

Na capital do petróleo, eram 206.728 macaenses em 2010. Em 2019, pulou para 256.672, totalizando 49.944 habitantes a mais, o que significa um crescimento de 24,16% da população.

Já no município rio ostrense, são 44.998 novos moradores. Um aumento de 42,58%, segundo o IBGE. Em 2010, 105.676 pessoas moravam na cidade, já em 2019, são 150.674 habitantes.

Categorias: Cidades

Fotos da notícia




Outras notícias