MODARC24H/ PAOLA SIMÕES: O futuro do couro

Estamos em um processo de crescente demanda pela moda sustentável e isso vem incentivando o surgimento de novos materiais que simulam couro como também fibras têxteis


Banana, abacaxi, maracujá, coco, maçã... Depois de consumirmos estas frutas, temos o costume de descartar no lixo seus resíduos. E se pudéssemos converter este desperdício de resíduos alimentares em novos produtos industriais? Estamos em um processo de crescente demanda pela moda sustentável e isso vem incentivando o surgimento de novos materiais que simulam couro como também fibras têxteis. Um exemplo é  marca Veerah q vem investindo na produção de sapatos feitos com um laminado de cascas de maçã que substitui o couro animal e sintético. 

A nova linha de sapatos de luxo da Veerah são produzidos com um material sustentável, que é um subproduto da fabricação de suco de maçã chamado Pellemela, criado pelo engenheiro italiano Alberto Volcan. Este processo envolve a extração de fibras a partir das cascas de maçã secas para criar um laminado biodegradável que reduz o desperdício alimentar. O resultado é um material que se parece com couro real, ainda é respirável, durável, livre de produtos químicos e também resistente aos raios UV...Apenas uma palavra sobre isso: "Fantástico!"

Muitas marcas veganas tem investido em novos materiais extraídos de materiais provenientes de residiuos de frutas e legumes para a confecção de nossos amados artigos de moda.

O bacana desse “couro de maçã” é que sua produção utiliza somente resíduos de maçã. As maçãs são cultivadas e espremidas em Bolzano na Itália..., a fibra restante é então seca e moída até virar um pó. Uma fábrica perto de Florença adiciona cor ao pó e um agente de ligação antes que seja aplicado em uma tela para produzir o material que parece couro ao receber uma gravação em relevo. Em seguida, uma empresa familiar em Varese na Itália produz cada bolsa à mão....(Dá ou não uma puta vontade de ver isso de perto?...)

E não para por ai não, o couro de maçã vem como substituto para materiais derivados de combustiveis fosseis convencionais. 

Foi desenvolvido em 2017 um novo material de moda que também é comestivel e 100% biodegradavel...toda essa alternativa sustentavel vinda da maçã é extraida atraves da biomimética...

E vamos avançando cada vez mais rumo as alternativas do bem no mundo da moda!

Antes de dar tchau vou contar uma historia babado...."senta que lá vem a historia!"

Dois jovens designers ficaram chocados ao ver a grande quantidade de frutas jogadas no lixo após o término de uma feira livre em Roterdã, na Holanda. A partir dessa constatação, os designers criaram um couro ecológico feito de frutas descartadas e que são usadas na produção de bolsas, sapatos e móveis.

Os itens diminuem o desperdício de alimentos, reduzem a quantidade de lixos orgânicos, contribuem para a substituição de couro animal e incentivam uma moda mais sustentável.

O processo é o seguinte: primeiramente, as sementas das frutas como mangas, laranjas e goiabas, por exemplo, são retiradas. Depois são amassadas e, em sem seguida, a polpa é fervida para eliminar as bactérias.

Depois, o líquido com as frutas é espalhado por uma superfície lisa para secar, ficando um “lençol” idêntico ao couro, que pode ser facilmente manuseado, costurado e cortado.

O processo de produção é ecologicamente correto. A matéria-prima vem de importadores de frutas que repassam os produtos que iriam para o lixo...

Segundo um estudo da ONU, aproximadamente um terço dos alimentos produzidos "mundialmente" é jogado fora antes de ser consumido. Isso ocorre nas muitas etapas do processo, seja na saída da fazenda ou na chegada na casa do consumidor. Ainda de acordo com a Organização, frutas e verduras que não têm os padrões estéticos exigidos pelos supermercados são deixados no local onde foram cultivados, outra parte dos produtos se perde durante o transporte, por amadurecem ou se machucarem, uma parcela  é descartada ainda no supermercado, fora aqueles alimentos que vão para o lixo em casa mesmo, porque apodrecem antes de serem consumidos. Olha quanto materia prima para evitar a morte de animais.

Por hoje é só....fiquem de olho nas inovações que o mercado da moda tem feito!

 

*Paola Simões atua no mercado da moda há 17 anos. Atualmente exerce a função de Visual Merchandising para algumas lojas da Região. Formada em Designer pela Universidade Anhembi Morumbi (SP), História da Arte pela Bircham International University e Figurino e Indumentária na instituição Senai Cetiqt (RJ) / Contatos: (22) 98851-7570 / paolasimoesmd@gmail.com @eupaolasimoes (Instagram)  Facebook/Paola Simões  @eupaolasimoes (Snapchat)

Categorias: Comportamento

Fotos da notícia




Outras notícias