BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA SEXTA-FEIRA (8)

Galpão pode virar patrimônio imaterial; Vereadores falam sobre governo desarticulado; Teve até beijinho de parlamentares; Dr Adriano e o Carnaval de Cabo Frio; André Granado agradece no Facebook; Naldinho quer processar um; A 'aparição' de Chumbinho... E muito mais!


GOVERNO DESARTICULADO

"À secretaria de Governo compete atuar como órgão central do sistema de articulação política do Governo Municipal, nas relações com as esferas de governo, demais poderes e órgãos da Prefeitura, e nos assuntos técnicos, administrativos, políticos e sociais". Essa é a teoria de como deveria funcionar. Na prática, é a função mais política e menos técnica que existe numa gestão pública. O secretário de Governo deve dar condições de governabilidade ao prefeito, estar disposto a "descacar abacaxis" e "engolir sapos", ser conciliador, ser o cartão de visita do prefeito. Acima de tudo, é preciso experiência e ser muito político. Praticamente um diplomata. E o secretário atual da pasta não é nada disso, muito pelo contrário. Em Cabo Frio, estamos diante de um governo totalmente desarticulado. E esse foi um dos pontos altos de discussão na sessão de ontem da Câmara. O vereador Aquiles Barreto (SD) não deixou por menos. "Falta articulação política dentro do governo para resolver assuntos simples e fáceis de serem resolvidos. Questões simples como marcação de consultas ou homologação de PCCR, não estão sendo resolvidas. Quero fazer essa cobrança aqui", disse. Letícia Jotta (PSC) também usou parte de sua fala para criticar o que não está funcionando. "Tenho que me reportar a você que é nosso líder", disse ela ao vereador Miguel Alencar (PPS), líder do governo na Casa. "O maior problema deste governo é a articulação, é ouvir, é a discussão. Todos os problemas que estão acontencendo na cidade vêm da falta de articulação e diálogo. Precisamos ter um diálogo aberto para representar e ajudar o povo, precisamos que as coisas aindem. Estamos cansados de falar e não sermos ouvidos. Ouviu meu líder? Esse é um puxão de orelha amigável", emendou Letícia.

 

 

 

GALPÃO: PATRIMÔNIO IMATERIAL

O local onde funcionavam os galpões de sal em Cabo Frio, no bairro da Passagem, está no centro de uma polêmica, como já se sabe. De um lado, os donos pensam seriamente em entregá-lo à especulação imobiliária. Até porque, quando o imóvel foi vendido, foi dito ao proprietário que ele poderia vendê-lo posteriormente. Do outro, historiadores, memorialistas e parte da população querendo manter a história viva na cidade. O assunto foi levantado na sessão de ontem da Câmara, que quer resolver o imbróglio sem que haja demolição do local. Quem sabe transformá-lo em patrimônio imaterial. O vereador Aquiles Barreto disse que vereadores estavam estudando algumas possibilidades. "O local conta a história da cidade. Foi lá que os trabalhadores deixaram de ser escravos, tiravam dali o seu sustento, carregando o sal que seria vendido. Pode ser um patrimônio imaterial, mesmo não existindo o galpão antigo. Aquilo conta a história de uma riqueza. Acho que antes de propor o tombamento, podemos mostrar ao empresário que quer transformá-lo em especulação imobiliária algumas opções que estão se levantando. Quem sabe não poderia ser um mercado municipal, fazendo-se a reconstrução do galpão por fora. Por dentro poderia haver comércio, exposição de artes, danças... Tem que dar opção, mas tem que resgatar a história e a cultura", disse.

 

 

GALPÃO II

Mas é preciso que haja uma articulação rápida em cima dessa questão. Os vereadores também colocaram isso em pauta durante as falas sobre o imbróglio do galpão da Passagem. O CMUPAC - Conselho Municipal do Patrimônio Artístico e Cultural tem reunião na próxima segunda-feira (11), para quando está marcada uma votação que pode definir o destino. Para o bem ou para o mal. Uma proposta da Câmara é tentar adiar essa votação e marcar uma reunião para iniciar o processo de tombamento do bem imaterial, para que se encontre um denominador comum que possa restaurar a história.

 

 


GALPÃO III

Mas tem mais um capítulo nessa história que está deixando muita gente com a pulga atrás da orelha. O que se comenta nas ruas da cidade é que o atual secretário de Desenvolvimento da Cidade e Meio Ambiente, o arquiteto Felipe de Oliveira Araújo, seria o mesmo que o proprietário que queria demolir o local contratou para fazer um projeto de um empreendimento na área. Será que há interesses excusos por trás desse imbróglio? Só se comenta isso... Embora ele negue, ninguém acredita. Onde há fumaça há fogo. O povo aumenta mas não inventa. Só que essa ânsia toda fragiliza a imagem do prefeito Dr Adriano, mais uma vez. Nas ruas e nos segmentos interessados, é o prefeito que está levando a fama de "demolidor". 

 

 

 


CPI DO HOSPITAL DA MULHER

Também ontem, a Câmara de Cabo Frio aprovou a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias de irregularidades no Hospital da Mulher. Trata-se de uma comissão temporária, que tem como objetivo apurar denúncias referentes aos óbitos de nascituros, problemas no atendimento médico, disponibilidade de medicamentos, insumos e material hospitalar, bem como problemas na estrutura disponível para o trabalho dos profissionais da saúde. A composição da CPI será definida na próxima terça (12). Depois disso, os integrantes terão 90 dias, com possibilidade de prorrogação por mais 90 dias, para concluir as investigações.

 

 


TEVE ATÉ BEIJINHO

Acabou o rancor. Agora é só amor. Depois de alfinetadas mútuas na primeira sessão do ano, na terça (5), os vereadores Jefferson Vidal (PSC) e Vanderlei Bento (PMB) voltaram às boas. Nem parece que há três dias um lembrava que o outro nunca levantava a bunda da cadeira para nada e o acusado retrucava "xingando" de mulherzinha quem falou... Turras postas de lado, quem esteve na Casa legislativa ontem disse que teve até beijinho entre os colegas. Pena que as fontes não fotografaram o momento. Mas a pergunta que não quer calar é: quem é a mulherzinha afinal?

 

 


VISITA AO NOVO DELEGADO

Quem esteve ontem na Delegacia de Cabo Frio, a 126ª DP, foi o presidente da Câmara de Vereadores Luis Geraldo (PRB), que foi recebido pelo novo titular, delegado Sérgio Caldas, que assumiu no início do ano. Na ocasião, o presidente do legislativo municipal deu as boas vindas a Caldas, cumprimentando-o e lembrando que a Câmara Municipal é parceira com as instituições do Município, especialmente na luta pela melhoria da segurança pública. 

 

 


CARNAVAL DE CABO FRIO 

O prefeito de Cabo Frio Dr Adriano participou ontem da reunião da associação dos blocos da cidade que está nos ajustes finais para a folia desse ano. O prefeito garantiu que vai dar apoio com banheiros químicos, disponibilizando a Guarda Municipal e fazendo pedido de reforço ao governador para Polícia Militar. Não haverá subvenção, ou seja, governo não vai investir nos blocos, mas assegura apoio logístico e no ordenamento. Na conversa, o prefeito disse aos integrantes das agremiações que determinou agilidade aos órgãos municipais para resolver os trâmites referentes aos dias de folia. Outro pedido que ele fez, é que o Carnaval deste ano aconteça em clima de paz para que os foliões aproveitem a festa