VÍDEO / Traficante de MG é preso pela Polícia Civil em Cabo Frio

Durante a prisão, criminoso ofereceu R$20 mil aos policiais para não ser detido; ele possui seis mandados de prisão por crimes cometidos em Minas


Uma operação conjunta entre a Polícia Civil de Cabo Frio e de Minas Gerais resultou na prisão de Leonardo dos Santos Miranda de Souza, conhecido como Léo da Tica, de 27 anos, na tarde desta quarta-feira (6). O homem é apontado como um perigoso traficante mineiro e possui seis mandados de prisão por crimes cometidos em Minas.

De acordo com a polícia, dois mandados são por homicídio, três por tentativa de homicídio e um por tráfico de drogas.

Léo foi encontrado em uma casa no Jardim Esperança, onde vivia com a esposa há mais de um ano. De acordo com a Polícia Civil de MG, o criminoso continuava comandando o tráfico de drogas no bairro São Domingo, em Ubá, na Zona da Mata mineira.

Ainda segundo a Civil, a companheira do traficante assumiu que o homem usava a conta bancária dela para movimentação do dinheiro do tráfico.

Durante a prisão, Léo chegou a oferecer R$20 mil aos policiais de Cabo Frio para não ser preso e, por isso, acabou sendo autuado em flagrante por corrupção ativa.

Com o criminoso foram apreendidos três cadernos contendo a contabilidade do tráfico ubaense, dois celulares e uma pequena quantidade de drogas. Todo o material será enviado à Delegacia Especializada da cidade de MG.

Segundo o delegado da 126ª DP, dr. Sérgio Caldas, os policiais levantavam informações para localizar o traficante há três dias.

Após a autuação, Léo foi conduzido para o presídio de Benfica, na capital do Rio de Janeiro e será transferido para Minas Gerais, após contatos entre a Justiça dos dois estados.

O delegado da Antidrogas e Homicídios de Ubá, Alexandrino Rosa de Souza, e o Investigador de Homicídios, Alexandre de Abreu, vieram até a Região dos Lagos para localizar e prender o criminoso. Eles tiveram o apoio da equipe da 126ª DP, que  foi comandada pelo Inspetor Luiz Guimarães, chefe do Grupo de Investigação Complementar (GIC).

 

 

Categorias: Polícia

Fotos da notícia




Outras notícias