BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA TERÇA-FEIRA (5)

Sessão quente em Cabo Frio; PCCR assinado; Mudança urgente; Mistério dos veículos; Quem madruga...em Arraial; Vice na vitrine; Sessão relâmpago em São Pedro; Ação contra Araruama; Primeira sessão como presidenta do legislativo... E muito mais!


SESSÃO QUENTE

A sessão solene - que seria apenas uma sessão de instalação dos trabalhos do novo biênio, começou com tudo e foi mais "quente" do que qualquer um que acompanhe as sessões da Câmara imaginava. Jefferson Vidal (PSC) já começou com críticas com relação a estacionamento, terminal de ônibus de excursão e, claro, o caos na saúde. Aproveitou para elogiar o líder do governo, vereador Miguel Alencar (PPS), pelo fato dele estar "levantando a bunda da cadeira", diferente do líder anterior (alfinetando Vanderlei Bento). Vanderlei, claro, não gostou da (in)direta. Disse que Jefferson estava ali para defender políticas públicas e não para criticar colegas, e que se tivesse que virar oposição de novo, ele viraria. Não obstante, nervoso, Vanderlei chamou Jefferson de "mulherzinha" (como se mulherzinha fosse xingamento). Para piorar o clima de tensão no governo, Leticia Jotta (PSC), em sua fala, disse que já pediu ao MP o cancelamento do processo seletivo. Até o presidente da Casa, Luis Geraldo criticou o “encastelamento do prefeito”, cobrando que ele seja mais presente nas ruas.

 

 

MUDANÇA URGENTE

A Secretaria de Saúde é o maior problema que assombra o governo Adriano. Ferra literalmente com o prefeito. Que Adriano é uma pessoa querida e respeitada, todo mundo já sabe, mas falta-lhe pulso. Coragem de mudar peças do seu tabuleiro que estão comprometendo a sua gestão. A troca deve ser rapidamente em três setores nevrálgicos (falando na linguagem dos médicos). Saúde, Governo e Comunicação. Essas três pastas são geradores de desgastes diários. O Dr Mureb parecia que iria bem, mas ficou só no parecia. Deixa o prefeito completamente vulnerável diante dos problemas enfrentados, especialmente no Hospital da Mulher. Secretaria de Governo, de Duca Monteiro, ninguém sabe, ninguém viu. Poderia ser a pasta mais importante, equivalente ao papel de primeiro ministro, mas tem uma performance pífia. Muito aquém do que Adriano necessita. A verdade que parece não fazer nada. Não articula com vereadores, com movimentos sociais, partidos, entidades de classe, e pior, não faz o papel de pôr ordem na casa. Resultado: prefeito tendo desgaste a cada 30 minutos enquanto o secretário fica apático e escondido (essa é a impressão de todos nas ruas). E a Comunicação? Essa então, misericórdia! Faz uns vídeos que ninguém vê, manda releases sem relevância e demora demais a responder demandas da imprensa. Uma coisa é certa: ou Adriano faz as alterações que o governo carece urgentemente, ou o povo vai mudar de prefeito em 2020. E do jeito que as coisas vão, parece que alguns desses que me referi, estão fazendo campanha para Rafael Peçanha (PDT).

 

 

 

PCCR IBASCAF

O prefeito de Cabo Frio, Dr. Adriano Moreno, finalmente assinou o projeto de lei complementar do PCCR dos servidores do Ibascaf. As negociações vinham desde setembro do ano passado. Na semana passada, uma comissão chegou a ir dois dias seguidos bater na porta do prefeito pressionado para que ele assinasse o plano de carreira dos funcionários do setor de previdência municipal. Agora, a minuta segue para à Câmara para ser aprovado em votação. Depois de muitas angústia e incertezas, ao final do encontro que aconteceu na noite de ontem, depois das 20h, todos saíram comemorando. Segundo Isabel Trindade, que fez parte da comissão que estava negociando o PCCR, "estamos satisfeitos. Ele cumpriu com a promessa, graças a Deus", vibrou a servidora. 

 

 

 

RELATÓRIO CONCLUSIVO

Por falar em Rafael Peçanha, o vereador vai participar de reunião da Comissão de Direitos Humanos, na quinta-feira (7), onde ele vai apresentar à população (a reunião é aberta ao público) um relatório conclusivo sobre a crise no Hospital da Mulher. "O documento será encaminhado a autoridades municipais, estaduais, federais e internacionais. Todos precisam saber o que acontece em nossa cidade e providências precisam ser tomadas. Toda população é convidada", disse. Vai vendo...

 

 


GALPÃO DO SAL

Nesta quarta-feira (6) acontece mais uma reunião do Conselho Municipal de Patrimônio Cultural de Cabo Frio que vai discutir a situação de um dos galpões de sal, que fica na Passagem. A antiga estrutura é parte do conjunto remanescente do Porto do Sal de Cabo Frio e há risco que esse galpão seja demolido para dar lugar a um condomínio de luxo. Semana passada houve um primeiro encontro, no Charitas, onde representantes da cultura e a própria secretária Meri Damaceno começaram um trabalho de sensibilização na tentativa de se manter tão rico patrimônio histórico e cultural. O encontro de amanhã será a partir as 18h, no prédio da biblioteca municipal, no Centro.

 

 


MISTÉRIO DOS VEÍCULOS

Deu o que falar o caso dos carros novos da Prefeitura de Cabo Frio que estão parados há mais de uma semana dentro do estacionamento de um shopping do centro da cidade. A Prefeitura explicou. Mas não convenceu. Até porque, além de todo o mistério envolvendo o caso desde que o mesmo veio à tona após um blog da cidade divulgar o ocorrido, o contrato de locação dos veículos não aparece no Portal da Transparência. E esse foi um dos principais motivos para que o vereador Rafael Peçanha protocolasse ofício junto à Prefeitura pedindo a cópia do processo. Que fase!

 


QUEM MADRUGA...

O prefeito de Arraial do Cabo, Renatinho Vianna, estava 6h da manhã fazendo a caminhada dele matinal na Praia do Pontal, e como sempre, manifestando paixão pela cidade e ao mesmo tempo reclamando do comportamento dos visitantes que jogam lixo nas trilhas. E antes do meio-dia, lá estava ele no Rio de Janeiro com o Zezé Simas, presidente do Porto do Forno, na correria para tentar liberar o o funcionamento das atividades portuárias. Diz o ditado que Deus ajuda, quem cedo madruga. Tomara, por que o Porto parado é prejuízo aos cofres públicos. 

 

 

 

FOGO "EX-AMIGO"

O MPF abriu ação penal contra o prefeito de Arraial do Cabo por "por omissão de dados técnicos". É que em outubro passado, o MPF requisitou informações relativas aos custos de instalação e manutenção dos banheiros químicos da Prainha, além de solicitar esclarecimentos quanto ao número de banheiros que seriam instalados, localização, espaço entre os sanitários, e outros dados. A falta de banheiros também foi objeto de Ação civil pública, cuja entrada foi dada pelo ex-secretário de Ordem Pública Márcio Galo, dia 28 de janeiro deste ano. Marcio foi outro que saiu magoado do governo, e depois de dispensado, virou metralhadora giratória contra o ex amigo, Renatinho Vianna. Lá em Arraial é desse jeito. A Prefeitura de Arraial do Cabo, por meio da Procuradoria, informou que o prefeito Renatinho Vianna ainda não foi formalmente cientificado sobre qualquer requerimento do Ministério Público Federal para instauração de ação penal contra si, encaminhado à Procuradoria Regional da República em razão de uma possível falta de esclarecimento de dados indispensáveis à propositura de ação civil pública quanto a instalação e manutenção dos banheiros químicos na Prainha. Renatinho reitera que está à disposição e atende todas as requisições tanto do Ministério Público Estadual, quanto do Ministério Público Federal.

 

 

VICE NA VITRINE

Se tem uma cidade que o vice aparece sem ciúmes, é Iguaba Grande. Grasiella Magalhães que já balançou muito no cargo de prefeita, tem dado bastante espaço para seu vice, Leandro Coutinho (MDB) se destacar. De certo, ela já tem planos para sua sucessão, e seguramente, passa por Leandro. Vale lembrar que ele foi o candidato dela na eleição suplementar que foi cancelada. Embora a eleição seja somente em 2020, o que se percebe claramente é que Grasi já está preparando o terreno para o seu fiel escudeiro. A prova disso é que nos últimos dias ele fez duas agendas importantes representando a prefeitura, mesmo com Grasi no município. Na última sexta (1º), Leandro esteve junto como com o Analista de Projetos da Prolagos, Weslley Pereira, realizando uma visita técnica nos bairros Chácara das Rosas e Capivara, além do loteamento Solar do Campo, avaliando a viabilidade do abastecimento de água nas localidades. E na segunda (4), ele reabertura do CRI (Centro de Referência do idoso), onde a esposa dele e Secretária de Assistência Social, Trabalho e Renda, Aline Araujo apresentou a nova Coordenadora, Beth Guimarães e a equipe. 

 

 

SEM CONTA

O Ministério Público estadual ajuizou nesta terça-feira (5), ação civil contra Araruama pelo não cumprimento da aplicação de recursos na área educacional e do repasse exclusivamente para secretaria de Educação. De acordo com a ação, entre 2016 e 2017, a prefeitura descumpriu a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), no que diz respeito ao mínimo exigido, 25% da receita resultante de impostos em Educação, e o repasse dos valores ao órgão responsável. O MP revelou ainda que o dinheiro era mantido na conta da secretaria de Fazenda, disponíveis para o pagamento das despesas de todas as secretarias, o que é vedado por lei. Além disso, as investigações apontaram que Araruama sequer tinha conta específica para o depósito dos 25% das receitas de impostos e transferências. Agora, a determinação é que se abra em 15 dias, após notificado, uma conta específica. Vale salientar que essa prática foi identificada no fim do governo de Miguel Jeovani, bem como na gestão de Lívia Belo, cujo maridão, se auto intitula "Chiquinho da Educação". Que coisa, hein?!

 

 

TOP SECRET

Hoje, a vereadora Joice Costa (PP) conduziu pela primeira vez a sessão no parlamento Buziano, desde que foi eleita e empossada presidenta da Casa. Antes de começar os trabalhos, teve uma reunião “top secret” no gabinete dela, mas que nem todos foram convidados (ou quiseram ir). O que foi falado nessa reunião? Tentamos descobrir de todas as formas, mas foi em vão. Estamos oferecendo um doce de abóbora de coração para quem revelar esse segredo "indizível".

 

 


SESSÃO RELÂMPAGO

Acabou o recesso parlamentar e a Câmara de São Pedro da Aldeia, assim como outras na Região dos Lagos, retomou os trabalhos hoje de manhã, dando início ao novo ano legislativo. Mas quem pensava que os vereadores estariam "cheios de gás" e com força total para a primeira sessão do ano, levou um "balde de água fria". Exageiros à parte, a sessão levou praticamente o mesmo tempo da chamada de presença (todos compareceram): foi bastante rápida. Apenas a vereadora Mislene pediu o uso da palavra e usou o púlpito para criticar o atual sistema de atendimento à saúde da população e a remuneração dos profissionais da educação. Após a fala, foi declarada o fim da sessão. Das duas uma: ou os vereadores não estão cumprindo seu papel fiscalizador ou então a cidade está às mil maravilhas, fato que não procede.

Categorias: Boca Miúda

Fotos da notícia




Outras notícias