Escolas de samba de Cabo Frio cobram exorbitância


A festa de lançamento do Cartão Caixa 1001 contou com apresentação de uma escola de samba de S.João da Barra, a ArteFlu, que existe há 40 anos.

A escolha foi uma opção devido aos altos custos cobrados pelas agremiações de Cabo Frio, segundo Barbara Grillo, responsável pela produção. O cachê cobrado por mais de uma escola cabofriense foi de R$15 mil. Já a escola de S.João custou apenas R$ 5 mil. Ainda de acordo com a a produção, nem a Estação Primeira de Magueira, que fez o lançamento no Rio, cobrou tão caro.

Em compensaçao a Passalini Bouffet e Cerimonial Triunfo, ambas de Cabo Frio, foram escolhidas para todas as cerimonias, como Campos, Macaé, Friburgo e Rio.

Escolas de Samba de Cabo Frio estão podendo, hein?!




Categorias: Geral

Fotos da notícia




Outras notícias