Centenas de ciclistas homenageiam Pablo Souza de Oliveira no Bike Night em Cabo Frio

Acicaf informou que prefeito Alair Corrêa, por telefone, garantiu que vai montar uma comissão responsável por ciclovia


Cerca de 300 ciclistas acompanharam, na noite desta quinta-feira (30) em Cabo Frio, o passeio ciclístico noturno em homenagem a Pablo Souza de Oliveira, morto no início desta semana após ser atropelado quando atravessava, de bicicleta, uma das principais avenidas da cidade. Sob forte emoção, pais, amigos e familiares do rapaz - que tinha 23 anos - acompanharam parte do trajeto do Bike Night. Um carro de som, com apoio da Polícia Militar e da Guarda Municipal, puxou o passeio, saindo de São Cristóvão em direção à orla da Praia do Forte, tocando músicas de oração e pedidos de paz no trânsito.


Numa pausa do passeio, ciclistas ajudaram a colocar uma bicicleta, branca, foi colocada em um poste da Avenida Teixeira e Souza, no local do acidente que vitimou Pablo.


Um pouco antes de começar o passeio, todos fizeram um minuto de silêncio em intenção do ciclista e rezaram um pai nosso. Organizadores do evento, juntamente com a Associação dos Ciclistas de Cabo Frio (Acicaf) pediam paz no trânsito e a construção de novas ciclovias em Cabo Frio. "Temos muitos ciclistas na cidade, gente que usa a bicicleta como meio de transporte. Os motoristas tem o asfalto; os pedestres têm as calçadas. E nós, o que temos? Ciclovia já", dizia um dos membros da Acicaf.


Muita gente que nem mesmo conhecia Pablo fez questão de ir ao passeio desta noite para homenagear o rapaz e prestar solidariedade. Famílias inteiras de bicicleta e muitos até mesmo a pé, se emocionaram com o momento. Amigos usavam camisas com o rosto do rapaz estampado e muita gente foi com roupa branca.


Também bastante emocionada e quase sem conseguir falar, estava a mãe de Pablo, Jeanne Kássia Azevedo de Souza, que participou da homenagem e agradeceu a todos que foram até lá. "Eu estou sem forças, mas queria muito agradecer a todos vocês. Meu filho era um atleta, um menino do bem, era meu companheiro diário, trabalhávamos juntos... Eu não sei o que vou fazer sem ele. Mas quero dizer que isso não pode ficar impune. Como é que uma pessoa que nem habilitação tem, pode atropelar e matar uma pessoa e sequer parar para ajudar. É muito triste; meu filho ficou lá estendido no chão, daquele jeito... Queremos que as autoridades olhem para essa situação, isso não pode continuar acontecendo", disse Jeanne, em prantos.


O passeio continuou e os ciclistas pedalaram até a Praia do Forte, como acontece todas as quintas-feiras à noite.


Prefeito deve montar comissão responsável por ciclovia


No momento da homenagem - com a colocação da bicicleta no local do acidente -, um dos membros da Acicaf informou que o prefeito Alair Corrêa disse, por telefone, que irá montar uma comissão responsável pela ciclovia "o mais rápido possível".

 

Categorias: Trânsito

Fotos da notícia




Outras notícias