Travesti é detida com drogas em ponto de prostituição de Cabo Frio

Chayenne resistiu às ordens da polícia e exigiu policial mulher para revista


As constantes denúncias de exploração sexual e tráfico de drogas na Avenida Júlia Kubitschek, altura do Ville Blanche, em Cabo Frio levou policiais militares apreenderem drogas, madrugada desta quarta-feira (16) com uma travesti identificado como Chayenne, de 30 anos. Ela estava com uma pedra de crack, duas cápsulas de cocaína e R$ 32. Próximo a ela, a PM ainda encontrou três tabletes de maconha.

De acordo com os policiais militares que atenderam a denúncia, sargento Frederico e cabo J. Junior, Chayenne resistiu às ordens e exigiu uma policial mulher para que a revista fosse feita. Mas, devido a suspeita de tráfico de drogas, os próprios agentes fizeram a busca pessoal e encontraram o material.

Chayenne, que é registrada como João Miguel Araújo Velloso de Carvalho, foi levada para a 126ª DP (Cabo Frio), autuada como usuária de drogas, ouvida e liberada.

Denúncia em março

A problemática social da exploração sexual foi denunciada pelo RC24H em março, quando moradores e comerciantes denunciaram de ponto de prostituição de travestis em Cabo Frio. A vizinhança afirma que a presença das travestis, que chegam por volta das 20h, faz com que as pessoas evitem o local, prejudicando os estabelecimentos que ficam abertos até mais tarde. Vestígios da prostituição e do uso de drogas são constantemente encontrados na porta dos comércios.

Sobe a suspeita de tráfico de drogas e de exploração sexual – inclusive, de menores – o comando do 25º BPM informa que o serviço reservado da PM já vem acompanhando a situação e que, oportunamente, a Polícia Militar intervém.
Categorias: Polícia

Fotos da notícia




Outras notícias