InícioMeio AmbienteLagoa de Araruama é destaque no 3º Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental

Lagoa de Araruama é destaque no 3º Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental

Dos mais 40 trabalhos inscritos, 12 ressaltaram a recuperação da maior laguna hipersalina do mundo

Com 85% das praias com águas próprias para o banho, segundo o último relatório de balneabilidade do Inea (Instituto Estadual do Ambiente), emitido em setembro deste ano, a Lagoa de Araruama foi destaque no 3º Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental. Dos mais de 40 trabalhos inscritos, 12 pautaram a evolução da qualidade ambiental da maior laguna hipersalina em estado permanente do mundo após os investimentos em saneamento básico nas cidades em seu entorno. Ao todo, 32 profissionais da imprensa e estudantes de jornalismo participam da premiação, que tem como objetivo estimular a produção de reportagens sobre o saneamento básico e valorizar os profissionais que atuam nas cidades de Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia.

Verdadeiro patrimônio ambiental da Região dos Lagos, a Lagoa de Araruama conta com águas cristalinas e uma grande diversidade da vida marinha, que e se tornou um refúgio para turistas, fonte de renda para pescadores e empresários, além de ser considerada uma das melhores raias para a prática de esportes do Brasil. “É muito bom ver que o nosso trabalho contribuiu para a volta da vida na lagoa. Em 23 anos, investimos mais de 1,4 bilhão de reais em saneamento básico, saltando de 0 para 80% os índices de tratamento do esgoto nas cidades da nossa área de concessão. E ainda temos muito a fazer pela região. Nos próximos 5 anos, ampliaremos o sistema de esgotamento sanitário com implantação de rede separativa para atender, neste modelo, metade da população na primeira fase do projeto, levando desenvolvimento socioeconômico para os municípios onde atuamos”, – pontua José Carlos Almeida, diretor executivo da Prolagos.

Assim como nas edições anteriores, o 3º Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental vai premiar as duas melhores reportagens nas categorias profissionais: Impresso, Radiojornalismo, Webjornalismo, Telejornalismo, Fotojornalismo e o primeiro lugar na categoria Jornalismo Universitário. O concurso vai distribuir R$ 36 mil em prêmios em dinheiro: os dois primeiros colocados nas categorias profissionais receberão R$ 4.500 e R$ 2.500, primeiro e segundo, respectivamente, e o primeiro colocado na categoria Jornalismo Universitário ganhará R$ 1.000. Além da premiação em espécie, os vencedores também serão agraciados com um troféu criado pela artista plástico Ivan Cruz. As melhores produções serão conhecidas no fim do ano, durante a cerimônia de premiação em data a ser divulgada.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content