Opinião

Colunista RC24h - Janio Mendes: Imagina no Verão!

'Somos um povo ordeiro, somos um povo pacífico, mas somos um povo de luta, e não vamos aceitar esse papel exercido hoje pela Enel, essa violência que ela pratica contra todos, na Região dos Lagos'

Em: 07/10/2017 às 15:04:58
Janio Mendes

A Região dos Lagos vem sofrendo nas últimas semanas com o fornecimento de energia elétrica pela Concessionária Enel, com algumas localidades chegando há ficar 28 horas sem energia. Isso aconteceu em Cabo Frio, isso aconteceu em Arraial do Cabo, isso aconteceu em São Pedro da Aldeia e em Armação dos Búzios. Famílias perderam alimentos, eletrodomésticos, porque se não bastasse à queda ainda temos a constante oscilação que tem marcado os últimos dias trazendo grandes prejuízos. E tudo isto, sem que tenhamos chegado à alta temporada, quando nossa população quintuplica. Se não houver investimento agora, viveremos o caos no verão.


A Enel, uma estatal italiana, gigante do mundo no ramo, tem avançado no mercado nacional. Recentemente, investiu bilhões na aquisição da CELG, Companhia de Energia Elétrica do Estado de Goiás, mas não tem se dignado a investir um centavo sequer na melhoria da prestação do serviço das cidades da área de sua concessão.


A redução das equipes de manutenção é uma realidade. Nós vivemos numa cidade onde os ventos constantes, a maresia que sopra do mar, exigem a necessidade de lavagem permanente da rede, pois a oxidação provoca a queda de energia, provoca a queda de rede, e a estrutura de resposta foi diminuída. Hoje, o interior é atendido por um call center, que não tem sensibilidade, que não tem coração.


Fui ao escritório da região, baseado na cidade de Cabo Frio. De lá, falei ao telefone com a empresa em Niterói, para ter uma resposta daquilo que ocorrera, a pane elétrica, que atingiu a região no último final de semana. No domingo, centenas de milhares de pessoas ligavam sem resposta de atendimento, ou com a resposta de que, naquele dia, não havia atendimento. É um exemplo da falta de respeito, da falta de investimento.


Ingressei com uma representação ao Ministério Público e com uma representação à Aneel. É preciso que a empresa apresente um plano de recuperação de rede, de investimentos; que apresente um cronograma eficaz de ressarcimento dos danos causados aos contribuintes, aos usuários. Mas a única resposta é: "Requeira-se no protocolo, ou à Justiça".


É preciso que haja um enquadramento dessa concessionária. A Aneel, por sua vez, não tem escritório no Rio de Janeiro para receber reclamações. Devem ser protocoladas em Brasília, ou feitas de forma virtual. Assim, toda essa burocracia, que vem a reboque da tecnologia, quando esta deve vir, e veio, para aproximar e acelerar respostas e desburocratizar tem sido utilizada para manter uma distância e relegar ao segundo plano o atendimento à população.


Somos um povo ordeiro, somos um povo pacífico, mas somos um povo de luta, e não vamos aceitar esse papel exercido hoje pela Enel, essa violência que ela pratica contra todos, na Região dos Lagos.


Quero convidar toda Região dos Lagos para uma audiência pública que iremos realizar na próxima quarta-feira, 11/10, às 10h, na Assembleia Legislativa para discutir este problema. É o momento de cobrarmos e mostrarmos a nossa indignação. 

 

 

*Janio Mendes é Deputado Estadual e foi vereador de Cabo Frio durante quatro mandatos, além de ser advogado pós-graduado em direito público e professor formado em Letras.

 

 

 

 

 

 


 Tópicos: Janio Mendes,  Imagina no Verão!, 


Fotos





Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

Renata Cristiane

contato@rc24h.com.br
Twitter: @renatarc24h
Tel.: 55 (22) 99930-8382
Todo conteúdo publicado neste portal é de responsabilidade exclusiva da redação do RC24h.