Política

ANDRÉ GRANADO É AFASTADO - TRE cassa mandato do prefeito e vice de Búzios com base na Lei da Ficha Limpa

Condenação por improbidade administrativa ainda pode ser revertida no Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília

Em: 13/09/2017 às 21:31:31
Da redação*

O TRE-RJ cassou os diplomas do prefeito de Armação dos Búzios, André Granado (PMDB), e do vice, Carlos Henrique Gomes (PP), na tarde desta quarta-feira (13) no Rio. O prefeito é acusado de irregularidades político-administrativas durante seu primeiro mandato, em 2013, enquanto o vice é investigado por desvio de dinheiro entre 2008 e 2012, quando era secretário de Obras. Os dois podem recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral de Brasília.

 

Em nota, o TRE-RJ disse que "a Corte entendeu que, por ter sido condenado pela 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro pela prática de ato doloso de improbidade administrativa, o prefeito tornou-se inelegível, conforme determina a Lei Complementar 135/2010, a Lei da Ficha Limpa".

 

André Granado é acusado de realizar pelo menos 25 pregões presenciais sem fazer publicidade e atas de registro de preços, entre 24 de maio e 11 de julho de 2013. De acordo com o Ministério Público Estadual, o prejuízo causado pelas fraudes ultrapassa R$ 30 milhões.

 

O prefeito chegou a ser afastado duas vezes, em junho e julho deste ano, mas, em ambas as ocasiões, a Justiça suspendeu o afastamento. Ainda de acordo com a denúncia do MP-RJ, as empresas vencedoras do processo irregular em 2013 foram novamente beneficiadas posteriormente com prorrogações dos contratos emergenciais e com novas licitações e aditivos.

 

*Matéria do G1 Região dos Lagos

 


 Tópicos: Armação dos Búzios,  André Granado,  Henrique Gomes,  Ficha Limpa,  Prefeito cassado,  Prefeito afastado, 


Fotos





Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

Renata Cristiane

contato@rc24h.com.br
Twitter: @renatarc24h
Tel.: 55 (22) 99930-8382
Todo conteúdo publicado neste portal é de responsabilidade exclusiva da redação do RC24h.