Política

Prefeitura de Macaé ganha na Justiça o direito de realizar processo seletivo

A decisão do Desembargador Nagib Slaib, determina o prosseguimento do certame para o preenchimento de 1.300 vagas

Em: 01/09/2017 às 13:28:48

A 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) concedeu a tutela provisória que autoriza que a Prefeitura de Macaé realizar o Processo Seletivo para o preenchimento de 1.300 vagas. A decisão do Desembargador Nagib Slaib, determina o prosseguimento do certame e suspende a decisão do juiz Wycliffe de Melo Couto, da Comarca de Macaé, que interrompeu o processo seletivo em 17 de julho deste ano.

 

No documento, expedido em 18 de agosto, o Desembargador solicita que o município encaminhe ao Juízo a relação de todos os cargos que se encontram preenchidos temporariamente, na administração direta e indireta, excluindo as multas fixadas. Com a decisão, o município poderá retomar o processo seletivo.

 
O processo seria para contratação por um ano, prorrogável por igual período. Os profissionais iriam substituir mão de obra de serviços terceirizados cujos contratos já foram encerrados ou estão em fase de término.

 

As vagas abrangiam as áreas de saúde, educação, infraestrutura e desenvolvimento social, com oferta de 41 cargos entre níveis básico, médio, médio técnico e superior. Havia, ainda, processo para médicos, enfermeiros e agentes comunitários de saúde.

 

As provas seriam realizadas em agosto. Segundo o prefeito de Macaé, Dr. Aluizio, a intenção do processo é reduzir o custo-benefício na folha salarial do município com a regulamentação dos novos funcionários contratados no lugar de servidores terceirizados, o que geraria uma economia de cerca de R$ 20 milhões aos cofres públicos em 2017.


Fonte: Clique Diário/ Bertha Muniz


 Tópicos: Macaé,  processo seletivo, 


Fotos







Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

Renata Cristiane

contato@rc24h.com.br
Twitter: @renatarc24h
Tel.: 55 (22) 99930-8382
Todo conteúdo publicado neste portal é de responsabilidade exclusiva da redação do RC24h.