Boca Miúda

BOCA MIÚDA: Os bastidores da política na Região dos Lagos nesta quarta-feira (9)

Prefeito de Arraial e as dificuldades financeiras; Maria da Penha nos bairros de Cabo Frio; Jornada trabalhista em discussão em Búzios; CPI das Quentinhas em Iguaba; E muito mais...

Em: 09/08/2017 às 18:41:15
da Redação

CATANDO MOEDAS

Renatinho saiu da reunião (ontem) com secretário estadual de Saúde, Luiz Antônio, muito animado: “Foi muito positivo. Ele deu o caminho das pedras para viabilizar alguns programas que nosso secretário (Kafurú), já está agindo. E deixou as portas abertas, comemorou Vianna. Mas ainda assim, o prefeito não deixou de se queixar dos problemas que o município está enfrentando nesse momento. “Muitas dificuldades. Agora estamos catando as moedas para quitar com a folha e cumprir outros compromisso que estamos com problema desde primeiro semestre, como o caso das bolsas de estudos. Então, estamos priorizando os serviços essenciais, confessou Renatinho. Serviços essenciais, leia-se, saúde; educação e manutenção da cidade. Os demais vão ter que ter mais paciência, ou contar com a criatividade e capacidade de cada secretário de realizar, sem gatar.  Aliás, esse é o desafio do momento.

 

 

 

 

PAIZÃO CANDIDATO?

Essa semana surgiu uma movimentação nas redes sociais de Arraial, dando a entender um clima de engajamento numa pré-candidatura de Renato Paizão Vianna a deputado. Fomos sondar diretamente com o interessado. Ele explicou que falar disso agora é prematuro: “Ainda não é hora para isso. Estamos num momento delicado e antecipar esse assunto até prejudica Renatinho, que precisa ter muita tranquilidade nessa fase”, explicou Paizão. Mas ele acabou confessando que existe muita gente pedindo para que se lance a deputado, mas ele prefere tratar disso, somente depois que o filho liberar e as contas do município estiverem em equilíbrio. “Não quero aborrecer Renatinho”, disse Renatão. Mas Paizão deixou escapar uma preferência. “Se eu entrar na disputa, será para deputado federal, mas estou analisando muito. Tudo depende da estabilização, confessou Renato pai. E diga-se de passagem, que tal declaração deve provocar alívio em Serginho Carvalho, que temia que Paizão pudesse lhe atravessar o samba.

 

 

 

 

MARIA DA PENHA NOS BAIRROS

E na semana que a Lei Maria da penha completa 11 anos, Tereza Tenan e sua equipe estão animadas. A mulherada da Coordenadoria Geral dos Direitos da Mulher e do Centro de Atendimento à Mulher anunciaram que vão voltar com o programa Maria da Penha nos Bairro, que visa levar uma equipe multidisciplinar treinada para dar assistência às mulheres em situação de violência dentro das comunidades. Além disso, elas estão se reunindo frequentemente, num bate papo de auto capacitação. Outra informação: o evento em homenagem aos 10 anos de CEAM, foi adiado para novembro/dezembro, durante a agenda de 16 Dias de Ativismo Contra Violência Doméstica e Familiar.

 

 

 

 

MOÇÃO DE APLAUSOS

Na sessão de terça-feira (8), da Câmara de Cabo Frio, a Associação de Arquitetos e Engenheiros da Região dos Lagos (ASAERLA) recebeu Moção de Aplausos, pela comemoração dos 40 anos de fundação da entidade. A indicação foi do vereador Rafael Peçanha e a honraria foi entregue ao presidente, engenheiro Luiz Sergio Santos e o vice-presidente, e também engenheiro Milton. O ex-presidente da entidade, eng. Luciano Silveira, também esteve na sessão. “A ASAERLA é uma entidade sem fins lucrativos que, desde a fundação, tem desempenhado com as funções junto aos municípios que abrange, a luta pelos direitos dos associados e por temas de interesse da sociedade como a preservação do meio ambiente e do patrimônio público”, justificou o vereador ao entregar a homenagem.

 

 

 

 

REDUÇÃO DE JORNADA TRABALHISTA

Na sessão de terça-feira (8), da Câmara de Búzios, o vereador Miguel Pereira apresentou uma Indicação, em que sugere ao prefeito a redução da jornada de trabalho dos cargos de Enfermagem e Técnico de Enfermagem para 30 horas semanais. A Indicação foi aprovada. Cabe lembrar, entretanto, que Indicação é um apontamento que o vereador faz ao poder Executivo sobre medidas de interesse público que não são de competência do Legislativo. Depois de aprovada, é encaminhada ao poder competente, mas a sua execução não é uma obrigação legal. Na mesma sessão, Dida Gabarito falou sobre o emprego em Búzios. O vereador defendeu que o Executivo desenvolva mecanismos para cobrar das empresas, que empreguem buzianos. No discurso, ele não poupou palavras e nem críticas ao governo. “Tem muitas obras paradas na cidade. Nas que estão funcionando não há vagas, mas tem muita gente trabalhando e a maioria não é de Búzios. Ou seja, as construtoras chegam, trazem mão de obras sabe-se lá de onde, fazem o trabalho e vão embora. E o buziano como fica? Desempregado”, disse o vereador.

 

 

 

 

QUARTETO FECHAMENTO

O presidente da Câmara aldeense, Bruno Costa, juntou o pessoal de fechamento dele, ou seja, os vereadores Naldinho, Ediel e Mislene de André e foram prestigiar juntos um evento que aconteceu nesta quarta-feira (9), no Núcleo de Educação e Cultura Ozimar da Silveira Maurício, onde foram recebidos pelo Diretor do Nesp, Adriano Vaz e Beth Salles. O grupo se mostrando unido com Brunão. Oficialmente, o comentário era que os demais edis não compareceram, porque tinham compromissos. Mas lá na Praça do Canhão, onde os fofoqueiros colocam o papo em dia, teve gente duvidando desses compromissos. Será mesmo?

 

 

 

 

CPI DAS "QUENTINHAS"

Na tarde desta quarta-feira (9), aconteceu a primeira reunião da CPI das Quentinhas, da Câmara de Iguaba Grande. O encontro foi no gabinete do vereador, líder da oposição, Vantoil Martins. Participaram da reunião, Vantoil, que presidente a Comissão, Alessandro Grimauth, que é o relator, Adalberto Moreira, que é membro, além de Paulo Rito e Marcelo Regional. Lembrando que a CPI investiga possíveis irregularidades cometidas pelo Executivo na aquisição de quentinhas e café da manhã para servidores municipais.

 

 

 

 

NÃO PEGOU BEM

Em Araruama, a contratação de uma empresa de sonorização e iluminação e estruturas para eventos pela Prefeitura, deu muito o que falar na cidade. Acontece que a vencedora do pregão presencial, para trabalhar nas festas de São Jorge e também na Encenação de Cristo, é considerada inidônea e está proibida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de participar de licitações públicas e de celebrar contratos com o Poder Público em todas as Esferas e Poderes pelo período de cinco anos a contar de novembro de 2016, por determinação da Justiça. Mesmo assim, a FP Áudio – Eireli - EPP participou da concorrência pública, ganhou e executou o trabalho.

 


 

 

REFORÇO MÉDICO

E por falar em Araruama... A prefeita Lívia Bello recebeu na terça-feira (9), no gabinete dela, quatro médicas do Programa Mais Médicos, que vão reforçar o atendimento nos PSFs de Sobradinho, Paracatú, Fazendinha e Morro Grande. Em postagem no Facebook, Lívia afirmou que na reunião, ela pediu às profissionais que tenham muito carinho e dedicação ao nosso ao povo araruamense.


 Tópicos: Boca Miúda,  política,  Região dos Lagos, 


Fotos







Notícias Relacionadas
Notícias Relacionadas

Renata Cristiane

contato@rc24h.com.br
Twitter: @renatarc24h
Tel.: 55 (22) 99930-8382
Todo conteúdo publicado neste portal é de responsabilidade exclusiva da redação do RC24h.