Polícia

Mesmo sob investigação, novos esquemas de 'pirâmide financeira' continuam se espalhando na Região dos Lagos

Até mesmo o telefone de contato do Portal RC24h vem recebendo mensagens sobre o “Giro Solidário”, que funciona como uma espécie de "mandala", onde é necessário o recrutamento frequente de novos membros em um grupo de WhatsApp

Em: 01/08/2017 às 16:51:27
Da redação

Um novo esquema de pirâmide financeira vem sendo compartilhado nas redes sociais na Região dos Lagos, chamando a atenção de muitas pessoas em função da promessa de dinheiro rápido e fácil. O esquema foi descoberto recentemente pelas autoridades da região, que prometeram rigor na investigação da modalidade, considerada estelionato e crime contra a economia popular (IX, art. 2º, da Lei 1.521/51: "obter ou tentar obter ganhos ilícitos em detrimento do povo ou de número indeterminado de pessoas mediante especulações ou processos fraudulentos).

 

Mesmo com o cerco se fechando, o esquema não para, e até mesmo o telefone de contato do Portal RC24h vem recebendo mensagens sobre o “Giro Solidário”, que funciona como uma espécie de "mandala", onde é necessário o recrutamento frequente de novos membros em um grupo de WhatsApp. O convite é bastante tentador, assegurando ao participante que um investimento de R$ 125 gera rapidamente um retorno de R$ 1 mil. Outra pirâmide que também ganhou visibilidade recentemente é relacionada a publicidade de um aplicativo para celulares, onde quem indica novos usuários ganham uma espécie de comissão.

 

Renato Mariano dos Santos, delegado titular da 126ª DP (Cabo Frio), afirma que a Polícia Civil realiza uma investigação minuciosa e sigilosa sobre as novas modalidades de pirâmide, e que todos que se sentirem lesados devem procurar a delegacia para o registro de uma ocorrência.

 

“Qualquer informação é bastante útil para a identificação dos responsáveis e desarticulação do esquema, e documentos como depó­sitos bancários, e-mails, mensa­gens de WhatsApp e gravação de conversas que comprovem a transação são considerados de suma importância” – disse Renato Mariano.

 

 

 

 


 Tópicos: Pirâmide financeira,  Crime contra a economia popular,  Giro solidário,  WhatsApp,  126ª DP,  Polícia Civil, 


Fotos







Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

Renata Cristiane

contato@rc24h.com.br
Twitter: @renatarc24h
Tel.: 55 (22) 99930-8382
Todo conteúdo publicado neste portal é de responsabilidade exclusiva da redação do RC24h.