Polícia

Pai de garotinha esfaqueada pela mãe em Cabo Frio leva filha para Itaperuna

Ele veio buscar a criança assim que soube do ocorrido. Ele também já tem a guarda provisória dos outros dois irmãozinhos da menina, de 1 e 3 anos

Em: 11/07/2017 às 12:45:23
Andréa Reys

A história da garotinha de 4 anos que foi esfaqueada pela própria mãe em Cabo Frio, no fim de semana, está ganhando contornos mais suaves. O pai da menina, que está separado da mãe há cinco meses, veio de Itaperuna assim que soube do ocorrido já levou a criança com ele para a cidade, ainda nesta terça-feira (11). Logo que foi acionado pelo Conselho Tutelar de Cabo Frio, ele veio imediatamente. E a menina não foi só. O pai também assinou termo de responsabilidade sobre os outros dois filhos mais novos, de 1 e 3 anos de idade.


Quando saiu do hospital - onde teve que levar cinco pontos para fechar o ferimento de 5cm de profundidade causado porque ela não achou a sandália que a mãe havia pedido -, a menininha foi para a casa da avó materna e em seguida, ficou sob tutela do Conselho, já que possuía forte características de ser negligenciada. Uma conselheira que fez o atendimento no fim se semana do crime disse que a criança estava suja e não cheirava bem, sendo logo cuidada pela equipe, que também prestou o atendimento psicológico. Foi feito um termo de entrega das três crianças para o pai.


E pelas circunstâncias, como explicou a conselheira que fez o atendimento à garotinha, ele também já está com os outros dois filhos mais novos, de 1 e 3 anos. "Não tem condição dessa criança voltar para um lar onde foi agredida e negligenciada. As outras duas crianças também precisam de cuidados. A avó materna é uma pessoa muito humilde e afirma não ter condições de criar os netos. E pelo que avaliamos, as crianças têm ótimo relacionamento com o genitor, chamavam por ele o tempo todo depois do que ocorreu", contou Robenizia Martins.


A conselheira ressalta que o Conselho Tutelar de Itaperuna já está ciente do caso de Cabo Frio e vai fazer o acompanhamento da garotinha. "Pelo menos nos primeiros três meses essa criança será visitada e acompanhada", disse Robenizia.


A mãe - Rossana Damasceno, de 24 anos, estava presa desde domingo (9) na carceragem da delegacia de Cabo Frio (126ª DP). Ela responderá por lesão corporal (violência doméstica). Segundo a ocorrência, a acusada foi encontrada 'andando com tranquilidade' na Rua Ézio Cardoso da Fonseca, no Jardim Esperança. A polícia civil confirmou que a menina foi atacada porque não encontrou as sandálias da mãe, mas não disse se a mulher continuava detida nesta terça-feira (11). Rossana foi autuada por lesão corporal com uso de arma branca.

 

 

 


 Tópicos: garotinha esfaqueada pela mãe,  Conselho Tutelar de Cabo Frio, 



Fotos





Notícias Relacionadas

Renata Cristiane

contato@rc24h.com.br
Twitter: @renatarc24h
Tel.: 55 (22) 99930-8382
Todo conteúdo publicado neste portal é de responsabilidade exclusiva da redação do RC24h.