Política

GAFE EM IGUABA GRANDE: Deputada federal é impedida de falar na sessão solene dos 22 anos do município

Laura Carneiro recebeu o título de ‘Cidadã Iguabense’, mas orientado pela prefeita, presidente da Câmara, Balliester Praguer, disse que parlamentar não poderia falar

Em: 09/06/2017 às 15:36:35
da Redação

Era para ser uma noite festiva, não fosse a gafe cometida pelo presidente da Câmara de Iguaba Grande, Balliester Praguer. Para celebrar os 22 anos de emancipação político-administrativa do município, foi realizada na noite de quinta-feira (8), a sessão solene da Casa Legislativa, em que foram entregues os títulos de Cidadão Iguabense. Entre os homenageados estava a deputada federal, Laura Carneiro (PMDB), que veio à Região dos Lagos especialmente para o evento. Porém, quando a única parlamentar mulher quis agradecer a honraria, foi impedida de falar pelo anfitrião do evento, que, segundo informação da bancada oposicionista, atendeu à orientação da prefeita, Grasiella Magalhães. O momento foi de constrangimento total. Laura tentou argumentar com Balliester, que foi irredutível, alegando que a solenidade seguia um roteiro e que a fala dela não estava prevista.

 

O título da parlamentar foi uma indicação do líder da oposição, Vantoil Martins. E, para o edil, esse foi o motivo para o impedimento, e se indignou diante do ocorrido: "Rídiculo e absurdo! Foi muito constrangedora a situação. A deputada veio de Brasília para prestigiar nossa cidade e queria apenas parabenizar a todos pela data. Percebemmos claramente a prefeita sinalizando para que o presidente não permitisse que a deputada fizesse uso da palavra. Só permitiram que o deputado janio falasse. Qual motivo de discriminar uma mulher deputada e federal? Laura foi embora muito chateada e nervosa. É muito vergonhoso para a nossa cidade uma situação dessa, ainda mais com a cidade em crise pedindo apoio ao governo federal”, lamentou o vereador.

 

 

Na manhã desta sexta-feira (9), a equipe de reportagem do Portal RC24h entrou em contato com a deputada, que estava mais calma. Segundo ela, o que ocorreu em Iguaba Grande, "não foi apenas uma desfeita à deputada, por parte da prefeita, mas também do presidente da Câmara que demonstrou clara a submissão":

 

 

“Em quase de 30 anos como deputada, nunca passei por uma situação dessa. Estou no meu sétimo mandato parlamentar e já fui vereadora. Acredito que o Legislativo não pode ser subserviente ao Executivo. Até entendo que os vereadores têm que ajudar o prefeito, mas não em tudo ou em qualquer coisa. Ajudo e sempre vou ajudar os municípios do Rio de Janeiro, inclusive, já recebi vários títulos. Diante do meu constrangimento, o deputado Janio Mendes, que foi autorizado a falar, muito elegantemente citou meu nome, no sentido de me prestigiar. Já a prefeita sequer citou minha presença e fez questão de falar de outro deputado (Júlio Lopes) aumentando ainda mais o clima constrangedor”, confessou Laura Carneiro.

 

 

A deputada salientou que era a única representante do congresso nacional presente, portanto, é natural que falesse em nome da Câmara Federal, que inclusive argumentou pessoalmente com Balilester, mas o mesmo não cedeu. Laura lamentou ainda, que em meio ao encolhimento dos espaços das mulheres na política, Grasiella anda na contramão: "acho que ela não tem a menor consciência de gênero, respeito e união das mulheres. Os intersses pessoais ou conflitos de grupos políticos não podem ficar acima dos interesses do povo. Eu estava lá por Iguaba", desabafou Laura. 

 

NÃO HOUVE CONSTRANGIMENTO ALGUM

 

Em nota, o presidente da Câmara de Iguaba, explicou que a preparação do roteiro da sessão, feito há um mês, foi definido para que solenidade não ficasse cansativa para os convidados e vazia no decorrer da noite, como aconteceu nos últimos anos. Por essa razão, se pronunciariam apenas os representantes dos agraciados da noite. “A presidência da Casa escolheu para representar os homenageados o deputado estadual, Jânio Mendes. O motivo da escolha é pelo mesmo conhecer melhor nossa região e ser do município vizinho, Cabo Frio. Da mesma forma aconteceu com os vereadores, no total são 11 e só se pronunciou o Vereador Adriano Mairink, em nome de todos os vereadores. O presidente citou a presença da deputada Laura Carneiro e agradeceu conforme registrado. Reiteramos ainda que a mesma foi muito bem recebida pela equipe de Cerimonial”, afirma o presidente na nota.

 

 

Já quanto à afirmação de que a prefeita teria pedido a ele, para que Laura fosse impedida de falar no evento, Balliester negou veementemente. “Esta é uma afirmação absurda, provavelmente feita pela oposição, pois a prefeita não tem nenhuma autonomia na Sessão Solene que é uma realização da Câmara Municipal. A autoridade é do presidente da Câmara, em todos aspectos”, declarou o presidente da Câmara iguabense.

 

 

A equipe do RC24h tentou entrar em contato com a prefeita Grasiella Magalhães, mas ainda não obteve resposta.


 Tópicos: Política,  Iguaba Grande, 


Fotos







Notícias Relacionadas
Notícias Relacionadas

Renata Cristiane

contato@rc24h.com.br
Twitter: @renatarc24h
Tel.: 55 (22) 99930-8382
Todo conteúdo publicado neste portal é de responsabilidade exclusiva da redação do RC24h.