Educação

Estudante cabo-friense vai estudar medicina na Rússia

Olga Carvalho Gomes da Costa, de 17 anos, foi selecionada para a Universidade Médica Estatal de Kursk, uma das melhores do país europeu

Em: 25/04/2017 às 14:20:10
Da Redação*

Olga Carvalho Gomes da Costa, de 17 anos, vai partir para uma das mais renomadas universidades de medicina na Rússia. A estudante do IFF - Instituto Federal Fluminense - de Cabo Frio foi selecionada para estudar na Universidade Médica Estatal de Kursk, ranqueada como uma das melhores do país europeu. A aluna, que embarca nesta quarta (25) junto com outros 19 colegas, conta como descobriu a possibilidade do intercâmbio. "Sempre quis morar fora e desde o 9º ano decidi que optaria pela medicina. Quando entrei no Ensino Médio, descobri a Aliança Russa e decidi que era hora de seguir meu sonho."


No processo, Olga teve o apoio da Aliança Russa, representante oficial das universidades russas no Brasil. "Acho que vai ser desafiador, mas eu gosto muito de desafios. No começo pode ser difícil, mas tenho certeza que será uma experiência muito boa", diz.


Antes do curso, com duração de seis anos e ministrado totalmente em língua inglesa, a estudante vai passar pela faculdade preparatória, onde vai aprender física, química, biologia e inglês. Além disso, também terá aulas de russo para comunicação com os locais.


As classes acontecem na própria universidade e permitem aos alunos, mesmo que sem domínio da língua inglesa, ingressar na faculdade após o período de preparação.


Para os interessados em fazer medicina fora do país, a Universidade Médica Estatal de Kursk já está com vagas abertas para o segundo semestre de 2017. Para outras informações sobre inscrições e processo seletivo, é necessário entrar em contato com a Aliança Russa em São Paulo.

 

 

 

BAIXO CUSTO


Cursar medicina na Rússia é considerado um ótimo investimento. Isso porque o governo local subsidia os alunos estrangeiros que vão para o país estudar, o que diminui consideravelmente os custos. O semestre sai por aproximadamente US$ 3.100, incluindo hospedagem e seguro médico. Valor muito inferior ao cobrado no Brasil.


Ao voltar para o país, o estudante submete o diploma ao processo de reconhecimento em uma universidade brasileira, procedimento padrão para qualquer estudante que faça graduação em centros de ensino estrangeiros.


A Aliança Russa é representante oficial das principais universidades russas no Brasil desde 2005. Seu trabalho consiste na seleção dos candidatos, no processo de orientação da faculdade, no recolhimento da documentação necessária para permanência legal do estudante na Rússia, na obtenção da vaga, inscrição na universidade e na assessoria durante a viagem.

 

*Com informações do Jornal de Sábado

 

 

 


 Tópicos: Estudante cabo-friense vai estudar medicina na Rússia, 


Fotos





Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

Renata Cristiane

contato@rc24h.com.br
Twitter: @renatarc24h
Tel.: 55 (22) 99930-8382
Todo conteúdo publicado neste portal é de responsabilidade exclusiva da redação do RC24h.