Política

SESSÃO DA CÂMARA: Vereadores novatos não escapam da pressão da assistência

Entre as deliberações do dia, a auditoria nas contas da Prefeitura, proibição do Uber, reposição salarial dos funcionários da Câmara e fim da reeleição do presidente da Casa, que foram encaminhadas para a CCJ. Reabertura do CEAM, volta da barca na Rua dos Biquínis e limpeza de bairro e praça foram aprovadas por unanimidade

Em: 05/01/2017 às 13:21:04
Da Redação

A sessão da Câmara de Vereadores de Cabo Frio desta quinta-feira (5) foi para lá de movimentada. Do início ao fim, muita pressão da assistência  - formada em sua marioria pelos servidores que estão sem salário há meses - principalmente em cima dos 'novatos' da Casa. O presidente da Mesa Diretora, vereador Achilles Barreto, se viu obrigado a pausar a discussão várias vezes. Mas a pressão valeu.


Em sessão extraordinária, que começou 15 minutos após final da primeira, foi colocada em discussão e aprovada a mudança de horário: a partir da próxima terça-feira (10) as sessões serão realizadas às 18h, para que a população possa acompanhar as discussões. Além disso, foi encaminhada para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a proposta de auditoria nas contas da Prefeitura, na gestão Alair Corrêa.


A proposta inclui levantamento dos contratos e aditivos; folha de pagamento do funcionalismo; dívidas com o Estado e com a União; bens e patrimônio do município e eventuais desvios e fraudes na administração pública. Nesse assunto, o vereador Rafael Peçanha, líder da oposição, frisou a necessidade de acompanhamento do Fundeb, que é a verba para pagamento dos professores e este ano está prevista em torno dos R$ 103 milhões. "Participei do conselho do Fundeb e percebi a forma nada legal de utilizar a verba, precisamos fiscalizar".

 

 

 

 


MAIS CCJ - Outra medida polêmica que foi encaminhada à CCJ foi a proibição do Uber (proposta por Vanderlei Bento). Também foram para análise da Comissão, a proposta de fim da reeleição à presidência da Casa, de Achilles Barreto, reposição salarial de 18,35% dos efetivos da Câmara, além da regularização e arruamento das áreas de terras remanescentes do Quilombo Maria Romana, localizadas no Araçá, 2º Distrito, e denominação oficial às vias públicas do Loteamento Colinas do Peró I, no bairro Reserva do Peró.

 

APROVADAS POR UNANIMIDADE


Aprovadas por unanimidade, a volta da barca que atravessa o canal do Itajuru entre o centro e Rua dos Biquínis, da vereadora Alexandra Codeço, que também propôs a reabertura do CEAM - Centro Especializado no Atendimento à Mulher, também aprovada e respaldada pela colega de trabalho, a vereadora Leticia Jotta.

 

 

 


 Tópicos: SESSÃO DA CÂMARA,  pressão da assistência,  Cabo Frio, 


Fotos





Notícias Relacionadas




Opinião
Renata Cristiane

contato@rc24h.com.br
Twitter: @renatarc24h
Tel.: 55 (22) 99930-8382
Todo conteúdo publicado neste portal é de responsabilidade exclusiva da redação do RC24h.