Saúde

ATENDIMENTO RESTRITO: Hospitais da Criança, da Mulher e Central de Emergência sem médicos suficientes

No Hospital da Mulher, três obstetras pediram demissão e não compareceram ao plantão

Em: 09/11/2016 às 15:23:30
Da Redação

O Hospital da Mulher do bairro Braga, em Cabo Frio, amanheceu fechado nesta quarta-feira (9), mais uma vez, por falta de médicos, medicamentos e funcionários. Na terça-feira (8), a unidade começou a restringir os atendimentos e estava atendendo somente casos de mulheres em trabalho de parto. Pacientes que procuraram o hospital foram encaminhadas para outras unidades.


A situação é semelhante no Hospital da Criança, onde desde a segunda (7) não há médicos para atendimento emergencial. No Hospital Central de Emergência (HCE) não é diferente, e o atendimento é para casos gravíssimos, tal como publicado no Portal RC24h.

 


Em nota, a Secretaria de Saúde do município informou que os três obstetras que estariam de plantão no Hospital da Mulher nesta quarta pediram demissão e não compareceram ao plantão. 


"Um ginecologista fez a visita aos pacientes, passou medicação e deu alta para aquelas que poderiam ir pra casa. A Secretaria de Saúde informa ainda que está contratando novos obstetras para o Hospital da Mulher. Vale ressaltar que há um obstetra de plantão nesta quarta (9), mas judicialmente não é permitido que a Unidade Hospitalar faça atendimento sem o mínimo de profissionais adequado. As pacientes que entrarem em trabalho de parto serão atendidas".

 

Na terça, o Cremerj emitiu nota e classificou como crítica a situação de Cabo Frio.


A Prefeitura disse ainda que, em relação à nota do Cremerj, está fazendo o possível para melhorar o atendimento em todas as unidades, mas que diante da crise, tem encontrado dificuldades para resolver todos os problemas.

 

Caso recorrente


Em setembro, o HCE também ficou com o atendimento restrito por falta de funcionários. Na ocasião, a unidade tinha medicamentos e médicos, mas estava impossibilitada de atender emergências por não ter o número suficiente de técnicos de enfermagem para aplicar as medicações prescritas. Segundo o município, as unidades ficaram sem funcionários para trabalhar neste período devido à greve da categoria, que cobrava salários atrasados.

 

 

 

 


 Tópicos: ATENDIMENTO RESTRITO,  Hospital da Mulher,  Hospital da Criança,  HCE,  Cabo Frio, 

Fotos





Notícias Relacionadas




Opinião
Renata Cristiane

contato@rc24h.com.br
Twitter: @renatarc24h
Tel.: 55 (22) 99930-8382
Todo conteúdo publicado neste portal é de responsabilidade exclusiva da redação do RC24h.