Opinião

Colunista RC24h – Alexandre Costa: Chama Olímpica: Símbolo de Honra ou Indignação?

Em: 31/07/2016 às 11:42:57
Alexandre Costa

O que leva parte dos brasileiros a se emocionarem e se sentirem orgulhosos por serem horados com a passagem da Chama Olímpica por suas cidades, ao mesmo tempo em que outros se sentem indignados e querem apagar essa Chama? Este conflito de sentimentos está sendo algo marcante em todo o trajeto da Tocha pelo país, mas o que esse Símbolo Olímpico representa e por que isso está ocorrendo?

 


A Chama Olímpica é um dos mais importantes símbolos dos Jogos Olímpicos e ela tem como principal objetivo, representar a paz, a união e a amizade entre os povos e nações.

 


Este imaginário social de honra, importância e valor que envolve o Símbolo, foi comum em praticamente todas as edições dos Jogos da Era Moderna até agora e contribui para uma forte manifestação de sentimentos positivos, como o orgulho e a alegria, não apenas nas pessoas que tem o privilégio de conduzir a Tocha, mas também em boa parte da população por todo o trajeto que a Chama Olímpica percorre. Porém, aqui no Brasil, esse Símbolo de "paz, união e amizade" também tem provocado em muitos, sentimentos que não correspondem a este propósito.


Para essa parte da população, os sentimentos em relação ao símbolo são negativos, de indignação, revolta e até mesmo raiva, já tendo havido vários episódios de protestos e tentativas de apagar a Chama. Muitos acreditam que o evento Olímpico está sendo usado para abafar os graves problemas sociais pelos quais o país atravessa, sendo assim, manifestar-se rejeitando os Jogos por meio desses atos, refletirá à insatisfação com o atual contexto no qual a nação se encontra no momento.

 


Estes dois polos em relação ao mesmo símbolo, possuem um fator comum que os motivam. Os sentimentos e atos em relação à Chama Olímpica (sejam positivos ou negativos) possuem um reforçador extremamente significante, que é a oportunidade de ocupar o espaço público e ter a visibilidade que somente um evento de proporções mundiais seria capaz de possibilitar. Ou seja, qualquer ação de interação com a Chama Olímpica (seja carregando com honra ou apagando com indignação) é uma oportunidade única de compartilhar em escala global o sentimento que está sendo manifestado naquele ato, gerando em seu autor uma enorme sensação de satisfação por ter conseguido representar a causa que se propôs.


Diante deste exemplo, é possível afirmar que os indivíduos desenvolveram percepções próprias e sentimentos singulares sobre o mesmo objeto, que os levam a se comportarem de formas diversas diante da mesma situação. Outro fato notório é a necessidade que muitos possuem de serem vistos, ouvidos e compreendidos. Estes fatores contribuirão para que grandes eventos como as Olimpíadas, sejam sempre considerados uma ótima oportunidade para a extrapolação de sentimentos e a manifestação de ideais.

 


 

*Alexandre Costa – Colunista do RC24h, Psicólogo, bacharel em Teologia e pós-graduado em Sexualidade humana.    www.facebook.com/alexandre.costa.psicologo


 Tópicos: Alexandre Costa, 


Fotos





Notícias Relacionadas




Opinião
Renata Cristiane

contato@rc24h.com.br
Twitter: @renatarc24h
Tel.: 55 (22) 99930-8382
Todo conteúdo publicado neste portal é de responsabilidade exclusiva da redação do RC24h.