BOCA MIÚDA: Os bastidores da política na Região dos Lagos nesta sexta-feira (10)

O fantástico mundo de Lalá; Marquinho x Rafael; Ficha Limpa na Câmara; Reunião top secrets de Renatinho; Janio e Paulo Melo em Araruama; E muito mais...

Em: 10/11/2017 às 19:04:47

O FANTÁSTICO MUNDO DE ALAIR

O ex-prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa, esteve no programa Informe Local, de Dill Quaresma, na Jovem TV, na manhã desta sexta-feira (10). Como lhe é peculiar, não economizou nas palavras, chamou o atual prefeito, Marquinho Mendes, de crápula, mentiroso, ordinário, cretino e até de burrinho. Disse que foi massacrado e execrado durante dois anos, mas agora está pronto para debater com os adversários e a população. O que ficou muito claro, é que o ex-prefeito, na verdade, vive num mundinho que lhe é próprio, o “fantástico mundo de Alair”. Voltou a falar do famigerado Plano de Cargos e Salários (PCCR), da crise financeira nacional, na Petrobrás, disse que a dívida da Prefeitura vem de mais de 30 anos e não é culpa dele. Afirmou que o “feitiço virou contra o feiticeiro”, dizendo que Marquinho inviabilizou o governo dele (Alair) com o PCCR, mas acabou prejudicando a si mesmo. Quanto aos super salários, o ex-prefeito disse que não acredita que seja verdade. Afirmou que a mesma turma que estava no RH da Prefeitura, na época de Marquinho, permaneceu no governo dele. Para Alair, essa história de desafio é uma palhaçada e que Rafael Peçanha quer aparecer. O ex-prefeito, aliás, pareceu alheio ao problema, como se não tivesse nada a ver com isso, como se o esquema não tivesse rolado durante os quatro anos do governo dele.  

 

 

 

 

DESAFIO ACEITO

Enquanto Alair estava na Jovem TV, Marquinho Mendes, dava entrevista na Rádio Litoral, em que afirmou que fez um recadastramento dos servidores e 27 investigações de conta do governo de Alair Corrêa, sendo que 26 já foram concluídas e enviadas ao Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado. Voltou a afirmar que foi ele que descobriu o problema no RH e afastou todos os servidores com suspeita de envolvimento no esquema. Marquinho desafiou o vereador Rafael Peçanha a mostrar a comprovação do pagamento dos super salários, mostrando o crédito bancário na conta de funcionários da Prefeitura. “Se você fizer isso, eu volto ao programa e faço um elogio a sua atuação. Mas se não fizer, vou ser obrigado a falar que sua atitude foi leviana, irresponsável e política”, disse Marquinho. O vereador, em postagem no Facebook, disse que aceita o desafio. Afirmou que o ex e o atual prefeito falaram a mesma coisa, defenderam os governos deles, numa combinação impecável. “Juntos e ao mesmo tempo, defenderam seus governos, criticaram adversários com nervosismo, revisaram promessas não cumpridas e disseram muito, sem explicar quase nada. Criticaram as críticas ao setor de RH e pagamento de pessoal, tentando descredibilizar as denúncias e reafirmando que, fora um ou outro problema, sempre esteve tudo bem”.

 

 

 

 

E A FICHA LIMPA

As articulações na Câmara Federal podem favorecer o prefeito de Cabo Frio, Marquinho Mendes, e frustrar os planos da turma de Dr. Adriano. Líderes de diversos partidos tentam reverter um entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) de que a inelegibilidade de 8 anos estabelecida na Lei da Ficha Limpa, implementada em 2010, pode ser aplicada em casos anteriores ao ano em que a regra começou a valer. Por meio de um projeto de lei complementar do deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP), os deputados de 19 partidos querem “disciplinar” o alcance da lei, que torna inelegível condenados por abuso de poder econômico ou político. Na conta dos parlamentares, a decisão do STF pode atingir 40 prefeitos, entre eles o de Cabo Frio, dois deputados federais, 50 estaduais e mais de 200 vereadores. “O objetivo do projeto é evitar que a retroação da lei e assim impedir que comprometa a segurança jurídica, a soberania popular, a coisa julgada, além de todas as consequências sociais, financeiras e políticas daí decorrentes”, diz o texto do projeto de lei complementar.

 

 

 

 

“DECIFRA-ME OU TE DEVORO”

Enquanto muitos já estavam no clima do chopinho de happy hour, se preparando para o fim de semana, o prefeito de Arraial do Cabo, Renatinho Vianna estava numa reunião “Top Secret”, no gabinete, a portas fechadíssimas, pouco depois das 16h, com o presidente de um determinado partido, que pode gerar muito disse-me-disse no Cabo nos próximos dias. Como se diz lá na no cais, pode ter pescador que vai ficar sem “cumpanha”, ou seja, pode perder a vaga na canoa na hora de sair para pescar. Para entender essa charada só sendo cabista nato. Enigma da esfinge. Decifra-me ou te devoro!

 

 

 

 

BOLSA ATLETA DE BÚZIOS

Em Búzios, foi aprovado na Câmara o PL 76/2017, que altera a Lei que institui o Programa Bolsa-Atleta no município (Lei 816/ 2010). A matéria, de iniciativa do prefeito André Granado, tem por objetivo auxiliar as despesas que são superiores às previstas na Lei 816, garantindo a presença de “atletas de alto nível” nos eventos nacionais. Esse projeto foi aprovado na sessão ordinária de quinta-feira (09), e passa a vigorar após a publicação no Boletim Oficial.

 

 

 

 

FIM DA DINASTIA

Em São Pedro da Aldeia, Edimilson deixa a Secretaria Municipal de Ordem Pública e volta para a Marinha. O pessoal do Canhão está dizendo que é o fim da dinastia Bittencourt na cidade. A notícia, aliás, foi motivo de comemoração na Aldeia, o que é uma baita injustiça com os Bittencourt.

 

 

 

 

 

 

JANIO E PAULO MELO EM ARARUAMA

Os deputados estaduais Janio Mendes e Paulo Melo estiveram em Araruama, nesta sexta-feira (10), na solenidade de premiação dos policiais civis e militares e dos guardas municipais que se destacaram neste último mês. A iniciativa faz parte do programa “Araruama Segurança Já”, criado pela prefeita Lívia Bello, para valorizar os profissionais que se destacaram nas ações de combate e redução dos níveis de violência.

 

 

 

 

METRALHADORA GIRATÓRIA

O deputado estadual, Silas Bento, em discurso na tribuna da Alerj fez muitas críticas. Tal qual uma metralhadora giratória, criticou o presidente da república, o ministro Torquato Jardim, o prefeito de Cabo Frio, Marquinho Mendes e, é claro, a Prolagos. Ele ainda, enquanto presidente da Comissão de Turismo da Alerj, propôs que seja realizada uma audiência pública para discutir a denúncia feita pelo Fantástico, sobre a troca de roupas de cama nos hotéis do Rio de Janeiro. Veja o pronunciamento abaixo.

 

 

 

 

 

EM DEFESA DA LAGOA

O deputado estadual, Marco Figueiredo, esteve em Cabo Frio e concedeu entrevista em alguns veículos de comunicação da cidade, com o apoio de Emanoel Fernandes. O tema abordado foi a despoluição da Lagoa de Araruama e a preservação do meio ambiente.

 

 

 

 

 

 

 

 

MOVIMENTAÇÃO DO GOVERNO

Em Iguaba Grande, a movimentação do governo para levar o líder da bancada governista, Dr. Alessandro Grimauth, para a sessão da próxima terça-feira (14), é grande. O objetivo seria barrar o requerimento da oposição, que pede documentação das compras de quentinhas e materiais de construção nos anos de 2013, 2014 e 2015. Lembrando que, o Dr. Grimauth passou por cirurgia ortopédica, após sofrer acidente doméstico e, por essa razão, está afastado da Câmara. E, sem ele, o governo é minoria na Casa. Na Praça Edila Pinheiro, o comentário é que se isso acontecer, vai ficar muito feio para a prefeita, já que foi ela que questionou o motivo dos vereadores não investigarem os anos anteriores nas CPIs da Quentinha e do Material de Construção.

 

 

 

 

 

PREVENÇÃO AO ABUSO SEXUAL

A deputada estadual Marcia Jeovani apresentou em agosto o projeto de lei 3.304/2017, que cria o Programa de Prevenção ao Abuso Sexual e Violência nos Transportes Coletivos no Estado do Rio de Janeiro, e que será votado em primeira discussão na segunda-feira (13). Por se tratar de um projeto que envolve a Secretaria Estadual de Transportes, concessionárias, empresas, secretarias municipais de transporte e outros órgãos, a parlamentar, que é presidente da Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional da Alerj, propôs a realização de audiência pública em conjunto com as Comissões de Segurança Pública, Defesa dos Direitos da Mulher e Transportes, marcada para o próximo dia 23 de novembro, às 10 horas, no Auditório Senador Nelson Carneiro, onde será discutida a implementação de políticas públicas de apoio às mulheres em situações de risco nos transportes públicos.



Repórter Renata Cristiane
contato@rc24h.com.br
Twitter: @renatarc24h
Tel.: 55 (22) 9993-77669