BOCA MIÚDA: Os bastidores da política na Região dos Lagos nesta sexta-feira (9)

Magno diz que MM não vai pagar a eleição; Aquilles aposta na defesa de Magno; Plano B de MM; Peçanha quer uma candidatura própria; Prefeitura pode cortar pontos dos servidores em greve; Marcia homenageia mulheres na Alerj; Desocupação Paulo Freire em Búzios; A rainha do Danone; Fundação de Arraial ganha caminhão baú;


QUEM VAI PAGAR A CONTA

O advogado de defesa do prefeito Marquinho Mendes, Dr. Carlos Magno diz ser difícil saber quem vai pagar a conta de uma nova eleição em Cabo Frio. Primeiramente, ele destaca que, se for ocorrer novo pleito, Marquinho não seria o causador. E explica: "Ele subiu com registro deferido pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral). Quem deu causa foi a própria Justiça. Subiu com registro deferido, renunciou ao cargo de deputado, se candidatou, teve o registro deferido por órgão colegiado. A Justiça teria que cobrar da Justiça. Vai ficar difícil saber quem vai pagar essa conta", afirmou Magno. O advogado lembrou que sempre afirmou que não havia a possibilidade do segundo colocado assumir a vaga, que foi confirmada nesta quinta-feira (8), no julgamento do STF. Destaca que ainda tem teses para apresentar e está confiante na vitória. Contudo, Magno admite que o tempo está mais apertado, já que o STF também derrubou a necessidade do processo ter transitado e julgado na Justiça.

 

 

‘NÃO FUGIREI DA RESPONSABILIDADE’

Depois da decisão do STF, muito se fala sobre a situação do prefeito Marquinho Mendes. Afinal, ele vai sair ou não do cargo? A verdade é que ainda não se sabe, pois tudo depende do julgamento do processo dele no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O presidente da Câmara, Aquiles Barreto, primeiro na sucessão, já foi indagado várias vezes sobre a possibilidade dele assumir um governo transitório, até a realização de nova eleição. Em entrevista ao Programa Sidnei Marinho, na Litoral News TV, na manhã desta sexta, o chefe do Legislativo disse que não fugirá da responsabilidade. Porém, ele segue confiante que a situação será resolvida por Dr. Carlos Magno. "Ele já nos afirmou que teve casos muito mais complicados e saiu vitorioso. Então, estamos esperando esse momento jurídico. Sem julgamento não vamos discutir nenhuma possibilidade", afirmou Aquiles Barreto.

 

 

PLANO B: SER CANDIDATO

Já o prefeito Marquinho Mendes tem procurado manter a calma e principalmente não polemizar. Ele segue repetindo o discurso de que confia na defesa dele. Em entrevista à Folha dos Lagos afirmou que não cogitou nenhum nome para a sucessão e que não existe plano B de candidaturas. "Segundo meu corpo técnico, eu poderia ser candidato. Sendo assim, eu vou ser o candidato", disse Marquinho na entrevista.

 

 

 

SOU PRÉ-CANDIDATO

Depois que divulgamos aqui na Boca Miúda, que uma possível aliança entre Dr. Adriano e Rafael Peçanha, está sendo ventilada nos bastidores da política de Cabo Frio, o vereador entrou em contato para dizer que uma aliança é sempre bem-vinda, mas a prioridade é a candidatura própria. Segundo Rafael, o nome dele está sendo muito bem recebido nas ruas. "Primeiro lance é dar corpo à ideia de uma candidatura própria e sentir se tem chances reais. Vamos articular, agregar e dar musculatura. Se eu for para tabuleiro e sentir que as peças querem estar comigo, valerá à pena", disse Rafael, mostrando determinação para entrar na disputa de peito aberto. Se alguém pensa que Peçanha vai fazer papel de coadjuvante ou que ele não tem a noção real de sua força e do seu grupo, está enganado. Vem para alçar altos voos. 

 

 

 

 

COM A PALAVRA, AS MULHERES

A noite desta quinta-feira (8) foi para lá de animada na sessão especial da Câmara de Vereadores de Cabo Frio, que homenageou mulheres que fazem a diferença, no dia delas, durante a solenidade do Diploma Joelma Fidalgo. Tão especial que o presidente da Casa, vereador Aquiles Barreto, "proibiu" os colegas edis de se pronunciarem na ocasião. No final da cerimônia, ao que a assessora da Câmara perguntou se algum vereador gostaria de pedir a palavra, Aquiles, mais que depressa, pegou o microfone e disse que eles estavam proibidos de fazer o uso da palavra. "Já avisei antes da cerimônia que eles estavam proibidos, hoje ninguém vai fazer uso da palavra, a noite é delas".

 

 


CORTE DE PONTOS

A queda de braço entre os profissionais da Educação e a Prefeitura de Cabo Frio continua. O Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos) conseguiu na Justiça liminar que proíbe o corte de pontos dos grevistas. Mas quando tudo parecia bem, o Tribunal de Justiça derrubou, a decisão liminar. Com isso, aqueles que seguirem descumprindo a decisão judicial que determina o fim da greve deverão ter descontados nos salários os dias não trabalhados. Segundo a nota da Secretaria de Educação, a greve foi considerada ilegal em decisão proferida pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Na sentença o Magistrado reconhece que os pagamentos estão em dia e considera que a greve por tempo prolongado prejudica a prestação de um serviço essencial para a população, notadamente para uma parcela vulnerável dos munícipes, no caso as crianças e jovens matriculadas na Rede Pública Municipal de Ensino. O sindicato solicitou audiência com o prefeito Marquinho Mendes, que foi marcada para a próxima segunda-feira (12), às 16h.
 

 

DESOCUPA PAULO FREIRE

Em Búzios todos esperam que a queda de braço entre estudantes e a Prefeitura, a respeito da manutenção do Ensino Médio e da desocupação do Colégio Freire termine. O Executivo garantiu, em reunião no Ministério Público na manhã desta sexta-feira (9), que vai reabrir as matrículas para o turno da noite e os demais períodos, acatando a liminar da Justiça. Já os estudantes garantiram que desocupam o Colégio Paulo Freire na segunda (12), assim que começarem as matriculas.

 

 

 

DECRETO LEGISLATIVO

O Decreto Legislativo que revoga a Portaria 02, de janeiro de 2018, de autoria do prefeito André Granado, foi aprovado na sessão de quinta-feira (8), da Câmara de Búzios. O decreto, proposto pelo deputado estadual Janio Mendes, na audiência pública realizada no início da semana, tem o objetivo de suspender o ato do prefeito, que revogou Portaria 03/2017 que tratava das regras para matrículas de estudantes no Ensino Médio Regular da Rede Municipal. O decreto foi uma ação conjunta dos oito vereadores presentes na sessão: João Carlos Alves De Souza, Adiel Vieira, Gladys Rodrigues Nunes, Joice Costa, Josué Pereira Dos Santos, Miguel Pereira, Nilton Cesar Alves De Almeida e Lorram Silveira. E entra em vigor a partir da data da publicação. Com essa jogada, a Câmara neutraliza o governo nas tentativas de fechar as vagas de ensino médio, inclusive nos recursos na Justiça.

 

 

 

COLETA SELETIVA EM ARRAIAL

O prefeito de Arraial do Cabo, Renatinho Vianna recebeu nessa quinta-feira (8), o Superintendente da Gestão de Resíduos Sólidos (SUPGRES) da Secretaria Estadual do Ambiente (SEA), Ricardo Oliveira. O objetivo do encontro é fortaler adesão do município ao projeto "Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos no Estado do Rio de Janeiro" em Cooperação do Programa Ambiente Solidário. O programa doou um caminhão baú, com recursos da FECAM. "Foram vinte caminhões doados aos municípios fluminenses, dentre eles, Arraial, que foi contemplado devido à aprovação de critérios técnicos estabelecidos pela superintendência", disse Ricardo Alves. Para a Presidente Fundação Municipal de Meio Ambiente, Pesquisa, Ciência e Tecnologia (FMMAPCT), Leonízia de Melo, "a vinda do Ricardo reflete o resultado das inúmeras reuniões realizadas no ano de 2017". Por falar em Leonízia, a bióloga tem se dedicado à causa da coleta seletiva e na busca da conscientização dos visitantes para que evitem jogar lixo nas ruas e nas praias. Questão é óbvia, mas nunca é demais falar.

 

 

 

FESTIVAL DA LULA

Arraial do Cabo se prepara para o Festival da Lula, que vai ser realizado na Praia Grande, durante o feriado da Semana Santa. A programação cultural ainda está sendo definida e na segunda-feira (12), uma reunião vai definir os detalhes finais, como o preço dos pratos e demais questões.

 

 

 

 

FOI SÓ TROCA-TROCA

Ao contrário do que comentou a turma do Canhão, Wilmar Mureb não foi exonerado do governo municipal de São Pedro da Aldeia. Ele vai para a subsecretaria de Desenvolvimento Econômico, que estava vaga desde o falecimento do Brandão. Então, no lugar dele, assume a Secretaria de Urbanismo, Liane Martins, que estava no Meio Ambiente, pasta agora que fica sob a gerência de Luciano Pinto.

 

 

A RAINHA DO DANONE

Depois da polêmica envolvendo a "Van Rei do 1 Real", Iguaba acordou nesta sexta-feira (9) ainda sob os auspícios do episódio. O comentário na Praça Edila Pinheiro é que a prefeita Grasiella Magalhães teve uma baita ressaca nesta manhã ao se levantar. Tudo porque estaria arrependida de ter barrado o carro do Danone, causando enorme desgaste para ela. Há quem diga que, para algumas pessoas mais chegadas, ela confessou que deveria ter ouvido a assessoria, que chegou a aconselhá-la a não vetar o "Rei do R$ 1". Porém, num rompante que lhe é peculiar, ela foi lá e embarreirou a van. A turma acredita que alguém (nada bem intencionado) teria batido no ouvido da prefeita que a oposição teria articulado a ida do carro do danone para a cidade. Enganou-se. Agora para reverter essa situação, ficou complicado.

 

 

 

HOMENAGEM NA ALERJ

A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da ALERJ comemorou o "Dia Internacional da Mulher" com representantes de instituições e movimentos feministas, que fazem a diferença na luta dos direitos e no combate à violência doméstica e urbana contra a mulher. Uma solenidade no plenário Barbosa Lima Sobrinho, homenageou dez mulheres com o Diploma Mulher Cidadã Leolinda de Figueiredo Daltro, em reconhecimento aos serviços prestados na proteção e defesa dos direitos das mulheres e nas questões de gênero. Entre elas, duas representantes da Região dos Lagos. A Dra. Fabrícia Nogueira, técnica jurídica do CIAM Baixada e CEAM Queimados, e já realizou atendimento a mulheres vítimas de violência em Araruama e Terezinha Ruade, fundadora do Movimento Articulado de Mulheres e Amigas de Saquarema (MAMAS), voltado para o cuidado e atenção às mulheres vítimas de violência doméstica. "Temos que nos unir cada vez mais. É gratificante ver a luta dessas mulheres em todo o Estado, em especial nas regiões onde os índices de violência são altos", ressaltou Marcia Jeovani.

Categorias: Boca Miúda

Fotos da notícia




Outras notícias