Procon de Arraial interdita três estabelecimentos após fiscalização

Um fornecedor de quentinhas na Praia Grande, uma adega na Prainha e um restaurante na Praia dos Anjos estavam em desconformidade com as normas da Vigilância Sanitária


O Procon de Arraial do Cabo interditou três estabelecimentos, nesta quarta-feira (10), por constatar diversas irregularidades durante fiscalização. A primeira interdição ocorreu num comércio que vendia quentinhas na Praia Grande, sem a documentação necessária para funcionamento. Segundo o superintendente do Procon, Marcio Lisboa, esse comércio funcionava dentro da residência do dono, onde foram encontrados produtos sem especificação e mal armazenados. 


O segundo estabelecimento foi uma adega localizada na Prainha, também sem documentação, sem as placas informativas, sem o Código de Defesa do Consumidor, "com a cozinha suja e a cozinheira sem touca nem luvas ou máscara". 


O terceiro, foi um restaurante localizado na Praia dos Anjos, o qual não possuía o Livro de Reclamações, comandas para controle dos consumidores (conforme a Lei Municipal 2027/17), produtos sem especificação, funcionários manuseando alimentos sem luvas e máscaras. "Todos estavam em desconformidade com as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com o Código de Defesa do Consumidor, o que compromete a qualidade do serviço prestado ao consumidor, razão pela qual foram interditados", disse o superintendente do procon de Arraial do Cabo.

    

Categorias: Arraial do Cabo

Fotos da notícia




Outras notícias